CENTENÁRIO. Com liminar, escola metodista inicia a demolição do prédio histórico. Prefeitura espera!

CENTENÁRIO. Com liminar, escola metodista inicia a demolição do prédio histórico. Prefeitura espera! - centenárioA seguir, duas notas. Uma, de Fabrício Minussi, no site da Rádio Medianeira. Outra, de Ana Bittencourt, da Assessoria de Imprensa da Prefeitura, sobre a questão do trânsito. A imagem é uma montagem sobre foto de Deise Fachin/AIPM e de Reprodução. Acompanhe:

Amparada por liminar, direção do Centenário inicia demolição de ruínas do prédio incendiado

Amparado por liminar concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS) a direção do Colégio Centenário iniciou na manhã desta terça-feira (15) a demolição dos escombros do prédio da instituição, que foi completamente consumido por um incêndio em 2007. A informação foi confirmada agora à tarde pela Assessoria de Comunicação da instituição.

Uma empresa foi contratada para realizar a demolição da estrutura, que foi tombada como patrimônio histórico e cultural do município, em 2015. Em abril desse ano, a Justiça havia revogado decisão que permitia derrubar estrutura comprometida.

Por questões de segurança, a Defesa Civil Municipal interditou a Rua Dr. Turi, que passa em frente ao Centenário, para o fluxo de veículos. Na Rua do Acampamento, o trecho do lado esquerdo da pista também encontra-se interditado, para motoristas e pedestres… (A ÍNTEGRA, AQUI)

Prefeitura aguarda demolição total do antigo Colégio Centenário para liberar o trânsito na Dr. Turi

Por meio de uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado, o Instituto Metodista Centenário iniciou, na tarde desta terça-feira (15), a demolição do prédio Eunice Andrews. As condições do imóvel, destruído por um incêndio em 2007, foram responsáveis pelo bloqueio do trânsito na Rua Dr. Turi, pois oferecia riscos aos pedestres e motoristas que trafegavam pelo entorno.

Em relação ao trânsito, a Prefeitura destaca que somente após a conclusão do serviço e da análise criteriosa realizada por engenheiros da Prefeitura será possível a liberação da Dr. Turi e da Rua do Acampamento, que se encontra com uma das pistas fechada.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a normalização do trânsito no entorno depende da exclusivamente da conclusão dos serviços no local, pois a exigência da Prefeitura é que a instituição de ensino garanta a segurança dos santa-marienses. (PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI)



1 comentário

  1. Roberto Fratare

    Que tristeza ver o destino desta colégio.
    Omissão e irresponsabilidade da instituição.
    Mais um patrimônio que se perde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *