CIDADE. Férias da secretária de Saúde geram uma reclamação do líder da oposição. E criticada responde

CIDADE. Férias da secretária de Saúde geram uma reclamação do líder da oposição. E criticada responde

CIDADE. Férias da secretária de Saúde geram uma reclamação do líder da oposição. E criticada responde - maiquel-valdir-x-liliane

Secretária respondeu argumentando que o fato de ela não poder se ausentar por dez dias é menosprezar a equipe de funcionários da pasta

Por MAIQUEL ROSAURO (com imagem de Reprodução/Facebook), da Equipe do Site

A secretária municipal de Saúde, Liliane Duarte, saiu de férias por dez dias. Mas o que seria um afastamento normal e garantido por lei, gerou polêmica no Facebook. O vereador Valdir Oliveira (PT), líder da oposição, reclamou das férias da titular da pasta frente ao inédito surto de toxoplasmose que o município enfrenta.

“Não questionamos o direito de nenhum servidor de gozar férias, mas afirmamos que o momento não poderia ser mais inadequado. Na verdade, a autorização beira a irresponsabilidade por parte da autoridade maior do município, que deveria ter orientado a sua secretária sobre o que significa se afastar da cidade em um momento com tamanha gravidade”, disse Valdir na rede social.

A publicação gerou dezenas de comentários, a maioria criticando a Administração Municipal. Por outro lado, a própria secretária foi até o Facebook e respondeu a crítica do petista.

“Prezado vereador Valdir de Oliveira, férias é direito do trabalhador, e não poder afasta-me por 10 dias devido a um compromisso familiar agendado há mais de um ano é menosprezar a equipe de funcionários concursados da SMS que trabalham comigo. E eles estão no comando. Estamos à sua disposição para construção de um SUS melhor”, postou Liliane.

Conforme o mais recente boletim sobre o surto de toxoplasmose, divulgado sexta-feira (18), Santa Maria contabiliza 1.011 casos notificados, sendo 665 suspeitos e 352 casos confirmados, entre esses, 27 pacientes são gestantes.



5 comentários

  1. Garibaldi

    Quem sabe a secretária foi buscar umas garrafas d’água para ajudar na prevenção? Depois o pessoal critica o Cladistone e sua equipe…

  2. Zé Ruas

    Passagem comprada faz tempo, em dólar, não “tem” como devolver.
    Teria.
    Periga e surge desta viagem a visita a um centro internacional de toxoplasmose.

  3. Zé Ruas

    Nestas horas os concursados tem valor.
    Pergunto: por que não designar um concursados como secretário? Por que os CCs “tem” que ser de fora?
    Sei a resposta.
    A pergunta é retórica.

  4. O Brando

    Secretária de saúde é enfermeira, a princípio deve saber o que esta fazendo, não é uma irresponsável. Vereador terminou o segundo grau, sabe-se lá como e onde. Por falta de capacidade (nada incomum na grei a que pertence) fica pegando picuinhas para criticar o governo municipal, deixando de lado assuntos bem mais sérios.
    Secretaria vai continuar funcionando mesmo com a titular em férias, o PT não continuou funcionando mesmo com o Molusco na solitária?

  5. Garibaldi

    “Obrando”, tu é o fake do Cladistone… só isso explica essa tua vontade de defender o indefensável, a capitã que abandona o navio numa emergência. Tu abandonaria um paciente no meio de um procedimento, por exemplo?

    E tu é meio limitadinho (seria pela falta de cabelo precocemente manifestada?) na interpretação de texto. Até quem não tem o ensino médio consegue entender que a crítica do vereador não foi “técnica”, mas sobre a (ir)responsabilidade do prefeito e da secretária. Ou ele como representante do povo não tem o direito de cobrar responsabilidades?

    A secretária deveria saber, quando aceitou o cargo, que uma pessoa pública perde certos “privilégios” e está permanentemente sujeita ao julgamento da opinião pública e à fiscalização de muita gente. Até tu, Brutus, se um dia realizar esse teu sonho inconfesso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *