A DATA. Quem resiste à magia do Natal? O cronista Orlando Fonseca, não. E explica muito bem por quê!

A DATA. Quem resiste à magia do Natal? O cronista Orlando Fonseca, não. E explica muito bem por quê!

A DATA. Quem resiste à magia do Natal? O cronista Orlando Fonseca, não. E explica muito bem por quê! - orlando-a“…Até mesmo para o mais empedernido incréu, o mais convicto cientista, a festa natalina é um motivo para distensão e alegria. Então por que não abrir mão, por estes dias, da racionalidade lógica, das teorias, dos tratados científicos e participar da magia por inteiro?

Já decidi: vestir por dentro o espírito do Natal é assumir toda a fantasia de sua celebração ritual. Do contrário, para mim, é como ir a um espetáculo de mágica e ficar o tempo todo tentando adivinhar como é que o mágico fez o truque…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da crônica “Sim à magia”, de Orlando Fonseca. Orlando é professor titular da UFSM – aposentado, Doutor em Teoria da Literatura, PUC-RS, e Mestre em Literatura Brasileira, UFSM. Exerceu os cargos de Secretário de Cultura na Prefeitura de Santa Maria e de Pró-Reitor de Graduação da UFSM. Escritor, tem vários livros publicados, foi cronista dos Jornais A Razão e Diário de Santa Maria. Tem vários prêmios literários, destaque para o Prêmio Adolfo Aizen, da União Brasileira de Escritores, pela novela Da noite para o dia, WS Editor; também finalista no Prêmio Açorianos, da Prefeitura de Porto Alegre, pelo mesmo livro, em 2002.

OBSERVAÇÃO DO EDITOR: a imagem que ilustra esta nota é uma reprodução de internet.



1 comentário

  1. O Brando

    Que o fim da Saturnália traga o Sol Invictus. Que o velho do saco grande preencha as expectativas de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *