COMENTÁRIO DO DIA. Os interinos até o outono

Com um minuto de duração, o comentário do editor, originalmente divulgado há meia hora, na Rádio Antena 1. Diariamente, de segunda a sexta, ele é reproduzido aqui, com a autorização da direção da emissora.



2 comentários

  1. O Brando

    Aldeia não tem assuntos novos, tem assuntos velhos rotativos.
    Secretários da Infraestrutura e da Saúde eram técnicos. Idem nas Finanças. Problemas políticos existiam no Casarão da Vale Machado.
    Lá pelas tantas ocorreu uma tentativa cabeçadebagriana de fritura de secretários. Buracos, toxoplasmose. Alguém já era tratada como secretária de saúde no Casarão.
    Passa o tempo, problema da infraestrutura virou ‘desgaste político’. Ora, legalmente as relações com a CV é atribuição (legalmente inclusive) do Gabinete do Prefeito. Deixar um técnico tratar ‘a descoberto’ com o legislativo não é certo. Mais, mostra disfunção do Gabinete, que não fez o que deveria fazer ou não conseguiu. O vice, com conhecido trânsito no Casarão, assume a pasta. Não só as relações com o legislativo melhoram (ou seja, articulação) e aparece dinheiro para os buracos, o G11 implode e a situação retoma a mesa do Casarão.

  2. O Brando

    Saúde foi parar em segundo plano no noticiário político. Finanças, cargo técnico e de confiança, perdeu o titular. Remanejamento do orçamento para tapar buracos? Projeções para o orçamento de 2019 foram muito conservadoras? Como disse o alcaide: ‘os números não vinham como eu gostaria’ (ou coisa que o valha). Política intervindo na técnica. Perde-se eficiência (saber onde melhorar) e contato com a realidade.
    Muita coisa pouco esclarecida. Existe mais de uma central de boatos na cidade. Midia se contenta com o que lhe cai no colo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *