Destaque

KISS, SEIS ANOS. “Nunca esquecer, sempre resistir”, em honra à memória daqueles 242 jovens chacinados

Este site, mês a mês, já de muito tempo, sempre no dia 27, publica a relação dos 242 meninos e meninos mortos na (e a partir da) madrugada daquele domingo em que o calor fazia grudar no corpo a tristeza do que ocorrera a tragédia a Kiss, na rua dos Andradas, a menos de 500 metros do então centro de poder de Santa Maria.

Claro que hoje não é diferente. Nem poderia. Uma série de atividades marca os seis anos daquele terrível e inesquecível evento. Mas, aqui, o importante é a lembrança. Que será eterna. Está ali em cima a lista. Como a seguir você acompanha o que está previsto para esta domingueira, em ações que acontecem todas na Praça Saldanha Marinho.Confira:

“18h: abertura da 6ª edição do Janeiro 27: exposição de fotos com a jornalista Alice Pavanello e fotógrafo Dartanhan B. Fiqueiredo

18h15min: lançamento da revista científica com artigos escritos por alunos que usaram o caso da boate Kiss como trabalho de conclusão de curso

18h45min: Apresentação do projeto do memorial 

19h50min: Apresentação de vídeos sobre o memorial

20h05min: Apresentação artística

20h25min: Toque de silêncio

20h30min: Ato Ecumênico

21h10min: Encerramento com canções”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo