CIDADE. Prefeitura e Judiciário discutem forma de ressocializar apenados para atuarem em área pública

CIDADE. Prefeitura e Judiciário discutem forma de ressocializar apenados para atuarem em área pública

CIDADE. Prefeitura e Judiciário discutem forma de ressocializar apenados para atuarem em área pública - prefeitura-judiciário

Ideia foi discutida pelo juiz Leandro Sassi (E) com Guilherme Cortez e o prefeito Jorge Pozzobom em reunião no Centro Administrativo

Por MANUELA VASCONCELLOS (texto) e DEISE FACHIN (foto), da Assessoria da Prefeitura

Para tentar vencer um dos maiores desafios dentro de instituições penais, a Prefeitura de Santa Maria deu início a discussões de alternativas para incentivar a ressocialização de apenados. O prefeito Jorge Pozzobom e o chefe da Casa Civil, Guilherme Cortez, receberam, na tarde desta segunda-feira (18), o juiz da Vara de Execuções Criminais Regional, Leandro Sassi. A ideia é que apenados do regime semiaberto sejam divididos em equipes para trabalhar na limpeza ou na recuperação de áreas verdes do Município, como praças e canteiros.

“Dentro do Plano Municipal de Segurança Pública, a ressocialização sempre foi prioridade dentro do nosso Governo. Por isso, estamos trabalhando para formalizar este convênio de trabalho com a Susepe”, afirma o prefeito.

Para o juiz Leandro Sassi, a importância da iniciativa se dá pelo fato da tentativa de diminuir as taxas de reincidência. “Este projeto atua também no regime de progressão na execução das penas, previsto no sistema prisional, e na oportunidade de entrega para o Município por meio de um trabalho de grande valia para a população”, explica Sassi.

Nos próximos dias, servidores da Prefeitura, da Vara de Execuções Criminais (VEC) e da Susepe irão trabalhar na definição de ações para a efetivação do convênio.

PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *