CULTURA. “Lei do Livro” garante publicação de duas obras. Elas foram lançadas na tarde de hoje, na Feira

CULTURA. “Lei do Livro” garante publicação de duas obras. Elas foram lançadas na tarde de hoje, na Feira

Por MATEUS AZEVEDO (texto) e CAMILA PORTO NASCIMENTO (foto), da Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

CULTURA. “Lei do Livro” garante publicação de duas obras. Elas foram lançadas na tarde de hoje, na Feira - câmara-lei-do-livro

Ênio Grigio e Maria Helena Nascimento Romero autografaram as obras financiadas pela “Lei do Livro” e lançadas hoje na Feira do Livro

Na tarde deste sábado (04), durante as atividades da 46º Feira do Livro de Santa Maria, foram lançadas duas obras financiadas pela Lei do Livro: No alvoroço da festa, não havia corrente de ferro que os prendesse, nem chibata que intimidasse, do escritor Ênio Grigio, e O memorial do Colégio Manoel Ribas: história e patrimônio, da escritora Maria Helena Nascimento Romero.

O primeiro livro aborda a história da comunidade negra de Santa Maria entre os anos 1873 e 1942. Já o segundo, resgata a história do Colégio Manoel Ribas, conhecido popularmente como Maneco. Ênio Grigio acredita que a Lei do Livro democratizou o acesso à literatura. O autor também destaca a importância de contar a história dos negros. “Santa Maria sempre foi negra, indígena e multiétnica”. Já Maria Helena Nascimento Romero relembra a produção do livro e manifesta a vontade de que a obra motive as pessoas a conhecerem mais a história da instituição de ensino. “Desejamos que a literatura instigue a curiosidade de todos para visitarem nosso memorial”.

A presidente do Poder Legislativo, Cida Brizola, salienta a importância de se contar as histórias da comunidade negra de Santa Maria e do Colégio Maneco. “A gente passa, mas os livros ficam”. Já a secretária municipal de Cultura, Marta Zanella, acredita que a literatura pode modificar uma sociedade. “Através da leitura, nós podemos nos modificar”.

As inscrições para esta edição da Lei do Livro podem ser feitas até 20 de junho. As obras deverão ser protocoladas na Câmara de Vereadores e o edital do certame pode ser acessado através do site do Parlamento Municipal: www.camara-sm.rs.gov.br.

Lei do Livro

O projeto “Lei do Livro” foi instituído pela Resolução Legislativa nº 22/04 e pela Resolução Legislativa nº16/09, e ampliado pela Resolução Legislativa nº 007/2013. O certame é promovido pela Câmara de Vereadores de Santa Maria e tem como objetivo publicar, anualmente, no mínimo, um livro com temas regionais ligados à cultura santa-mariense, podendo ser nos gêneros poesia, crônica, romance e história.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *