PROTESTO. Segmentos da UFSM programam um amanhecer de muita mobilização nesta quinta-feira

PROTESTO. Segmentos da UFSM programam um amanhecer de muita mobilização nesta quinta-feira

PROTESTO. Segmentos da UFSM programam um amanhecer de muita mobilização nesta quinta-feira - sedufsm-dia-30

Lideranças dos segmentos da Universidade, em plenária unificada, definiram a programação a ser cumprida ao longo desta quinta-feira

Por BRUNA HOMRICH (texto e foto), da Assessoria da Seção Sindical dos Docentes da UFSM

Mais um capítulo da mobilização contra a Reforma da Previdência e os cortes na educação será escrito nesta quinta-feira, 30 de maio (30M), segundo Dia Nacional em Defesa da Educação. Inicialmente chamada por entidades estudantis, a data foi abraçada por centrais sindicais e movimentos sociais, integrando-se ao calendário nacional de lutas.

Em Santa Maria, logo no início da manhã, a partir das 7h, estudantes, docentes e técnico-administrativos em educação realizam panfletagem na Avenida Roraima. Objetivo da atividade é conversar com a comunidade acadêmica e população usuária do Hospital Universitário sobre a importância de defender a universidade pública e se contrapor à reforma previdenciária.

Após a panfletagem inicial, os setores mobilizados farão visitas aos centros da UFSM, a fim de dialogar mais diretamente com os cursos. Ao meio-dia, os/as estudantes farão almoço coletivo em frente ao Restaurante Universitário.

Logo após o almoço, já se dirigem ao centro da cidade, mais especificamente à praça Saldanha Marinho, onde diversos cursos e projetos de extensão da universidade farão apresentações de trabalho para mostrar à população as pesquisas desenvolvidas pela comunidade acadêmica e sua aplicação prática na vida das pessoas. Algo como já aconteceu no evento ‘Balbúrdia’, organizado pelo DCE-UFSM, no dia 15 de maio, quando cerca de 10 mil pessoas foram às ruas de Santa Maria protestar contra os cortes e a reforma.

Para organizar a agenda de atividades na UFSM, os três segmentos estiveram reunidos em plenária na noite da última terça-feira, 28. Além das entidades representativas (Sedufsm, Assufsm, Atens, DCE e Associação de Pós-Graduandos, APG), representantes de diversos Diretórios Acadêmicos (DA’s) também participaram da reunião. No ponto de Informes, pode-se ter uma ideia do quão mobilizada estará a UFSM nesta quinta, já que haverá mobilizações focalizadas em diversos cursos. Confira apenas algumas das atividades…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



2 comentários

  1. O Brando

    Resolução Política da Comissão Executiva Nacional do PT do dia 28/05/2019. ‘Não há saída para a crise nacional sem Lula Livre e sem um governo legitimado pela soberania popular que volte a promover o crescimento com inclusão social. Neste sentido, são de extrema importância mobilizações como a que ocorreu no dia 15 de maio, as manifestações convocadas pelas entidades estudantis para quinta-feira, dia 30, em defesa da educação, e a construção da Greve Geral convocada pelas centrais sindicais para 14 de junho, em defesa da Previdência pública, do emprego e dos direitos dos trabalhadores’.

  2. O Brando

    Neste angu tem caroço.

    https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/publicacao-cientifica-brasil-produz-muito-mas-impacta-pouco/?fbclid=IwAR21pEoTlyjQcRQtzGLwRGOQTC8i4UQYEmzxofCSZn1_RXQWqeAYdkZpcZk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *