SAÚDE. Prefeitura realiza reunião para definir criação de Programa para atender transexuais e transgêneros

SAÚDE. Prefeitura realiza reunião para definir criação de Programa para atender transexuais e transgêneros

SAÚDE. Prefeitura realiza reunião para definir criação de Programa para atender transexuais e transgêneros - prefeitura-saúde-transgêneros

Secretário de Saúde Francisco Harrisson (C) e visitantes discutiram a possibilidade de colocar em prática o projeto “Transcender”

Por MANUELA VASCONCELLOS (texto) e JOÃO ALVES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Tendo como principal objetivo promover um acesso mais facilitado de transexuais e transgêneros aos atendimentos de saúde, a Prefeitura discute a possibilidade de colocar em prática o projeto Transcender. A iniciativa foi apresentada à Secretaria de Saúde pela ONG Igualdade e pelo Coletivo de Homens Trans de Santa Maria e prevê a instalação de um ambulatório voltado para a comunidade transexual com abordagens psicológica, social e clínico-cirúrgica.

O secretário de Saúde, Francisco Harrisson, recebeu, na tarde desta terça-feira (2), a superintendente de Atenção Especializada, Claudia Melo, e o psicólogo Cesar Bridi, que atua no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, instituição pioneira no Brasil no acolhimento de transgêneros.

“Vamos conhecer como as demais instituições atuam e como os profissionais procedem para, então, aplicarmos aqui em Santa Maria para solidificarmos os nossos serviços. Precisamos tornar esta população visível aos olhos da sociedade para despertar a necessidade de atendimento qualificado de saúde aos demais”, explica o secretário Francisco Harrisson.

Uma vez se tornando lei, a ideia da Prefeitura é que o projeto Transcender tenha as ações de políticas públicas de saúde concentradas na Policlínica Nossa Senhora do Rosário, com atendimentos a partir deste segundo semestre. Para isso, além de ter como parâmetro a atuação de outras instituições de saúde com o público transgênero, a Prefeitura já trabalha no remanejamento de profissionais da própria rede pública de saúde, como psicólogo, ginecologista, urologista e demais especialistas. A partir dessas definições, todos os profissionais que atuam na rede passarão por capacitações, garantindo atendimento mais qualificado.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *