BASTIDORES. Guarda Municipal, cartas dos edis, o Hospital Geral e a Sefas, fiscalização no patrolamento

BASTIDORES. Guarda Municipal, cartas dos edis, o Hospital Geral e a Sefas, fiscalização no patrolamento

BASTIDORES. Guarda Municipal, cartas dos edis, o Hospital Geral e a Sefas, fiscalização no patrolamento - ea10d3c1-bastidoes-guarda

Servidor da Guarda Municipal fez denúncia na Comissão de Políticas Públicas Câmara de Vereadores contra o comando do órgão

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Allysson Marafiga/AICV), da Equipe do Site

A Comissão de Políticas Públicas da Câmara de Vereadores de Santa Maria recebeu uma denúncia inusitada na manhã desta quinta-feira (21). Um servidor da Guarda Municipal relatou aos parlamentares um possível abuso de poder do superior da corporação e solicitou uma investigação por parte dos edis.

Conforme informações da Assessoria de Imprensa do Legislativo, o servidor Carlos Leonir Medeiros entregou um documento no qual relata que a chefia da Guarda Municipal estaria atribuindo hierarquia entre os colegas, postura que não estaria alinhada com a legislação vigente.

“Venho questionar a legalidade em que o Sr. Sandro Nunes da Silva, superintendente da Guarda Municipal de Santa Maria, em que, através de suas atribuições, está impondo para alguns guardas municipais critérios de hierarquia, pois nossa legislação não atribui tais atos a nenhum guarda municipal, pois não há previsão legal para tais, assim usando de suas prerrogativas e abuso de poder, criando um clima de insatisfação entre a categoria, pois não existem critérios técnicos para tais atitudes, bem como não existe plano de carreira que defina tais critérios de distribuições entre os guardas de insígnias militares”, informou Medeiros.

Na próxima quinta (28), a Comissão de Políticas Públicas deverá ouvir o superintendente do órgão, Sandro Nunes.

Cartas

O diretor Legislativo da Câmara de Vereadores, Astrogildo Silveira, entrou em contato para avisar que, nesta sexta-feira (22), o Parlamento deverá encaminhar ao Site novos dados sobre o consumo da cota de selos dos parlamentares.

Após a publicação da matéria que revelou gastos de R$ 9,5 mil em selos pelos vereadores nos quatro primeiros meses de 2020 (AQUI), a Diretoria Legislativa notou um erro nos dados encaminhados ao Site via Lei de Acesso à Informação.

“Houve um lançamento errado nos Correios no valor unitário em fevereiro”, afirma Silveira.

O diretor Legislativo também ressaltou que as cartas são simples, logo possuem o mesmo peso e, por consequência, o mesmo valor. Tão logo receba as novas informações, elas serão publicadas na íntegra aqui no Site.

Hospital Geral

O Hospital Geral de Santa Maria (HGeSM) publicou um Extrato de Contrato, na edição de quinta (21), do Diário Oficial da União, com novas informações sobre o contrato de R$ 6 milhões firmado com a Associação Franciscana de Assistência à Saúde (Sefas).

Conforme a publicação, o contrato terá vigência de 21 de maio de 2020 a 20 de maio de 2025 (AQUI). O objeto do contrato é a prestação de serviços de assistência médico-hospitalar e ambulatorial.

Fiscalização

Os assessores do gabinete de Governança da Prefeitura de Santa Maria, Elton Chaves e Alex Silva, seguem firmes no serviço de fiscalização das obras de patrolamento realizadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura. Nesta quinta (21), por exemplo, a dupla divulgou no Facebook trabalhos em vias do Itararé e Perpétuo Socorro, com direito a vídeo elogiando a administração Jorge Pozzobom (PSDB).

Quem aproveitou para tirar uma casquinha, esta semana, foi o vereador Admar Pozzobom (PSDB). No Instagram, ele divulgou um vídeo ao lado de Chaves:

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Admar Pozzobom (@admarpozzobom) em



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *