Eleições 2022JudiciárioPartidosPolítica

POLÍTICA. Aliança pelo Brasil, o partido de Bolsonaro, tem 150 mil fichas prontas, mas só 3 mil homologadas

Karina Kufa, advogada do presidente Bolsonaro, e do Aliança, trabalha com a meta de 800 mil fichas para que o partido seja criado

Do portal PODER360. A reportagem é de MAURÍCIO FERRO, com foto de Reprodução/Instagram

Tesoureira do Aliança pelo Brasil – partido que o presidente Jair Bolsonaro pretende criar -, a advogada Karina Kufa declarou ao Poder360 que a sigla tem cerca de 3 mil filiações homologadas pela Justiça Eleitoral. São necessárias mais de 490 mil para consumar a criação da legenda. No entanto, segundo ela, já foram preenchidas 150 mil fichas, que precisam ser entregues.

Como os cartórios eleitorais estão fechados por causa da pandemia da covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), não é possível entregá-las neste momento para apreciação da Justiça.

A advogada disse que trabalha com a meta de 800 mil fichas preenchidas para que o partido seja criado. Isso porque há muitas pessoas que preenchem as fichas, mas não saem de seus partidos atuais. Assim, a mudança partidária não se concretiza. Consequentemente, a Justiça não valida o apoio.

“A gente acredita piamente que até o final do ano a gente consegue lançar e validar as fichas. Principalmente se essa pandemia –até com o ritmo que está acontecendo da contaminação– terminar rápido. Terminando rápido, a gente volta com os eventos e finaliza a entrega das fichas. Finalizando, no TSE [Tribunal Superior Eleitoral] o trâmite é rápido”, disse.

Kufa disse que o Aliança deve fazer 1 evento de apresentação de dados da sigla com toda a equipe do partido. O presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e deputados federais aliados devem participar. Também haverá transmissão em vídeo. Ainda não há uma data para o evento.

“ALTERNATIVA”

Bolsonaro declarou em 19 de agosto a apoiadores que o Aliança pelo Brasil está sendo preparado para a eleição de 2022, quando ele deve tentar a reeleição. Na mesma ocasião, o presidente afirmou que tem “alternativa” caso “dê errado” a criação do partido. O militar já descartou a participação da nova legenda no pleito municipal deste ano.

Kufa afirmou ao Poder360 que o prazo para criar a Aliança é “grande”. Por isso, avalia que a criação será possível. No entanto, disse que “sempre tem que pensar 1 plano B” para viabilizar a candidatura de Bolsonaro.

“Desde já ele tem que ter 1 diálogo bom com alguns partidos para ver essa viabilidade”, afirmou.

Ela mencionou que o advogado Admar Gonzaga (ex-ministro do TSE), que também atua na criação do Aliança, declarou ser possível criar a sigla em 3 meses, por causa da “popularidade” do presidente. Quando fez essa declaração, Gonzaga citou o ex-ministro Gilberto Kassab (Comunicações), que criou o PSD em 6 meses…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo