TRABALHO. Mobilização antirreforma administrativa terá participação dos docentes da UFSM. Saiba como!

TRABALHO. Mobilização antirreforma administrativa terá participação dos docentes da UFSM. Saiba como!

TRABALHO. Mobilização antirreforma administrativa terá participação dos docentes da UFSM. Saiba como! - 7e1c2327-sedufsm-reforma-protesto

Assembleia virtual da Seção Sindical dos Docentes, na terça-feira (22), que debateu agenda de mobilização contra a reforma administrativa

Por FRITZ R. NUNES (texto e imagem), da Assessoria de Imprensa da Sedufsm

Centrais sindicais, sindicatos e federações de sindicatos, entidades que defendem os direitos dos servidores públicos, vêm organizando há algumas semanas a data de 30 de setembro (próxima quarta), como um dia de luta, mobilizações e paralisações. Essa agenda foi planejada em função dos constantes ataques que o governo Bolsonaro tem feito ao setor público e ao funcionalismo, culminando recentemente com o envio do projeto (PEC 32/20) de Reforma Administrativa ao Congresso Nacional. Em assembleia ocorrida na última terça, 22os docentes da UFSM definiram pela adesão à mobilização do dia 30, realizando uma paralisação das atividades remotas por um período de 24h.

Para o vice-presidente da Sedufsm, professor João Carlos Gilli Martins, mesmo que todos estejam em isolamento social, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus, é preciso que ocorram manifestações, sejam virtuais ou presenciais, respeitando as medidas sanitárias, tendo em vista que o governo Bolsonaro tem se aproveitado da pandemia para tentar passar projetos desastrosos ao serviço público no Legislativo. Em Santa Maria, para além da Sedufsm, estão sendo organizadas manifestações para quarta, 30, que divulgaremos nesta sexta, 25.

A plenária docente da terça, 22, aprovou os seguintes encaminhamentos sobre a reforma administrativa:

– Mobilização no dia 30 de setembro: encaminhado pela diretoria da Sedufsm, com base nas discussões com sindicatos de servidores e com a CSP-Conlutas, a realização de paralisações de 24h de quem está em trabalho remoto, inclusive dos docentes da UFSM.

– Assembleia específica para debater reforma administrativa: proposta encaminhada pelo Grupo de Trabalho de Seguridade Social e Assuntos de Aposentadoria (GTSSA) da Sedufsm.

– Agenda de debates para a mobilização da categoria: proposta encaminhada pela professora Neila Baldi, e que sugere, por exemplo, a realização de lives para discutir os efeitos da PEC 32/20. Segundo ela, uma assembleia específica é importante, mas que seria interessante que ocorressem debates preparatórios…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. Ignez Andrade

    Mas estarão em férias ainda, as aulas só voltam dia 26/10 rsrsrs depois da semana acadêmica. Todo mundo nas lives o dia todo hein? Participando ativamente no chat. E nada de netflix e groboplay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *