DestaqueRegião

ESTRADAS. DNIT investe R$ 5,4 milhões em obras nas BRs 287 e 392, na região central do Rio Grande do Sul

Trabalhos fazem parte de um conjunto de ações para melhorar a trafegabilidade

Da Coordenadoria Geral de Comunicação do DNIT / Com foto de Reprodução

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) concluiu dois importantes serviços para a Região Central do Rio Grande do Sul no mês de maio. As intervenções, realizadas na BR-287/RS, em Jaguari, e na BR-392/RS, em Santa Maria, somam R$ 5,4 milhões em investimento. As obras fazem parte de um conjunto de ações que a Autarquia executa para melhorar a trafegabilidade e a segurança dos usuários nas rodovias federais da região.

Em Jaguari, a partir do km 356,6 da BR-287/RS, na subida da serra em direção ao município de Santiago, o DNIT implantou uma terceira faixa, com extensão de 2,3 quilômetros. A obra englobou serviços de terraplenagem, drenagem pluvial, pavimentação e sinalização. O trecho era considerado de alto risco para acidentes devido ao traçado sinuoso, ao elevado número de caminhões e à ausência de pontos de ultrapassagem segura.

No acesso ao município de Santa Maria, pela BR-392/RS, entre os bairros Tomazzetti e Lorenzi, o DNIT construiu um trevo que conecta as ruas Cesar Trevisan, José Sangoi, Adelmo Genro Filho e das Crianças. A obra foi complementada com a implantação de uma terceira faixa que segue até a interligação com a duplicação da BR-287/RS e 158/RS, projeto em execução conhecido como Travessia Urbana de Santa Maria. Também foram realizados serviços de drenagem pluvial, terraplenagem, passeio público e sinalização.

Ações na região

Em março deste ano, o DNIT concluiu na região outras duas interseções, uma na BR-158/RS, no acesso ao Hospital Regional de Santa Maria, e outra na BR-392/RS, na saída para São Sepé.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo