Contos

Um conto em sépia – por Lílian Dora Gattaz Correia

Já não sabia por quanto tempo esteve adormecido.

Na tentativa de levantar-se, sentiu que há muito aqueles joelhos mantinham o mesmo ângulo. Subiu as venezianas. Porque a luz que entrou intimidada iluminava estranhezas, veio a impressão de que quando as desceu pela última vez, aquele chapéu-de-sol não se impunha frente à janela.

De um vaso de antúrios corais, seivas gotejadas no copo de leite talhado. Um cigarro beijado, esquecido no cinzeiro junto à cadeira que balançava devaneios. Olhou para a penteadeira em busca de informações. Sobre ela, o pente desdentado mordia alguns fios de cabelo ainda castanhos, entranhados nos poucos cacos de marfim desgastado. No tubo do após-barba o jato de spray se negava impositivo.

À frente, manchas de umidade tingiam de antigo o espelho oval. Subiu o olhar para encontrar um par de olhos caídos, encimando o nariz que se aduncava sobre boca de lábios finos. Ensaiou sorriso pregueado porque entendeu a gravidade na precisão daquela imagem.

Rumo ao banheiro, ultrapassou um coturno forrado de pele e se lembrou das castanhas esquecidas no braseiro. E do cheiro do nó de pinho atiçando chamas. E do jeito que sua gata chamava para si seus cafunés. E que a dobradiça ressentia azeite. Quando viu o dentifrício ressequido sobre berço de cerdas esgarçadas, rasgou a casca da memória e compreendeu que eram restos de lembrança o que passeava por aquele cômodo. Porque seu corpo dali há muito havia saído, expulso pela bala de veludo que tingira de suave sua partida.

O Conto
Um conto em sépia, por Lílian Dora Gattaz Correia, de São Paulo, conquistou o 1º lugar na categoria Conto do 32º Concurso Literário Felippe D’Oliveira, em 2009. A publicação foi autorizada pela Secretaria Municipal de Cultura de Santa Maria. Crédito da imagem que abre a página: Cocoparisienne / Pixabay.

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo