DestaqueSanta Maria

BASTIDORES. Sessões extraordinárias, Schirmer e edis, Sebrae e articulações em Brasília pela vinda da ESA

Pela LDO, Câmara de Vereadores realizou duas sessões extras em sequência

LDO foi aprovada, nesta terça-feira (28), com 1/3 dos vereadores de Santa Maria ausentes na sessão (Gabriel Haesbaert/Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

O Parlamento de Santa Maria viveu um momento incomum nesta terça-feira (28): duas sessões extraordinárias no mesmo dia para aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O projeto de lei do Executivo não constava na Ordem do Dia da sessão desta terça, o que, em teoria, impediria a aprovação imediata, uma vez que é preciso tramitar em duas sessões (uma para discussão e outra para discussão e votação). A solução, então, veio com duas sessões extras em sequência.

Como sete vereadores estavam ausentes (seis viajando e um afastado por questões de saúde) – incluindo o líder do governo na Casa, Alexandre Vargas (Republicanos) e o líder do Bloco de Situação, Admar Pozzobom (PSDB) – sobrou para Givago Ribeiro (PSDB) assumir a articulação governista que levou à vitória na votação.

A LDO, por fim, foi aprovada com apenas dois votos contrários, de Roberta Pereira Leitão (PP) e Pablo Pacheco (PP).

Alexandre Vargas, Cezar Schirmer, Adelar Vargas – Bolinha e Admar Pozzobom, em encontro em Porto Alegre (Foto Divulgação)

Schirmer

Os vereadores Alexandre Vargas, Admar Pozzobom e Adelar Vargas – Bolinha (MDB) estiveram com o ex-prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer (MDB), nesta terça. O emedebista, hoje, é secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos da Prefeitura de Porto Alegre.

Junto a Schirmer, os parlamentares trataram sobre modelos de políticas públicas, como, por exemplo, o Projeto Zona Segura, com câmeras de segurança que filmam 360⁰ graus e identificam o rosto de pessoas por aproximadamente dois quilômetros.

“O Projeto Zona Segura são câmeras de monitoramento com uma luz giratória que, por meio de cores, vão indicar se o local está em tranquilidade ou se está ocorrendo alguma ação que possa trazer risco à população, como crimes, incêndios ou desastres naturais”, postou Bolinha no Facebook.

Brasília I

O vereador Ricardo Blattes (PT) se reuniu com o diretor de operações do Sebrae Nacional, Bruno Quick, nesta terça, em Brasília. O petista colocou em pauta a possibilidade de uma parceria para o Distrito Criativo, que a Prefeitura pretende implantar no Centro Histórico (Gare da Viação Férrea, Vila Belga e Avenida Rio Branco).

Além disso, Blattes solicitou para o Sebrae participar da construção do planejamento estratégico e da estruturação das cooperativas de catadores em Santa Maria. A discussão ocorre na Comissão Especial de Resíduos Sólidos do Legislativo.

Ricardo Blattes e Bruno Quick (à direita), em reunião no Sebrae: Distrito Criativo e Catadores na agenda (Foto Divulgação)

Brasília II

O deputado federal Bibo Nunes (PSL) recebeu em Brasília, nesta terça, o presidente do Sindilojas, Ademir José da Costa, e o presidente da Cacism, Luiz Fernando Pacheco. Na companhia do assessor parlamentar Patric Arend Lüderitz, eles participaram de uma reunião com o ministro da Defesa Walter Braga Netto. Na pauta, estava a vinda da Escola de Sargentos das Armas (ESA) para Santa Maria

O quarteto demonstrou confiança na escolha da cidade e Bibo destacou que a decisão do Exército deverá se basear em critérios técnicos, ao invés de políticos. Existe a preocupação de que o relacionamento do governador Eduardo Leite (PSDB) com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prejudiquem as pretensões do município em relação à ESA.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo