DestaqueSanta Maria

CÂMARA. Prefeito e vice protocolam proposta que garante auxílio de R$ 200 para 8 mil famílias pobres

Projeto tramitará em regime de urgência e benefício será pago por dois meses

Jorge Pozzobom e Rodrigo Decimo protocolam projeto do Auxílio Inclusivo, antes da sessão desta quinta (foto Ariéli Ziegler/Prefeitura)

Por Rafael Favero / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

A Prefeitura de Santa Maria protocolou, na tarde desta quinta-feira (30), o projeto de lei que trata do AUXÍLIO INCLUSIVO MUNICIPAL. O documento foi entregue na Câmara de Vereadores pelo prefeito Jorge Pozzobom, pelo vice Rodrigo Decimo e pelo secretário de Desenvolvimento Social, João Chaves, antes do início da sessão ordinária. O projeto vai tramitar em regime de urgência. 

Após a aprovação do Legislativo, a intenção é que o Auxílio Inclusivo destine duas parcelas de R$ 200 para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza de Santa Maria, ou seja, que possuem renda de até R$ 178 per capita. O pagamento das parcelas ocorrerá nos meses de novembro e dezembro deste ano.

As famílias beneficiadas serão aquelas que já fazem parte do Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, conforme relatório que deve ser emitido nesta sexta-feira (1º). O número de famílias que terão acesso ao cartão magnético pelo qual o valor será repassado tende a ficar em torno de 8 mil. Além disso, o projeto de lei prevê a destinação de 16 créditos de vale-transporte por família beneficiada.
O prefeito Jorge Pozzobom destacou, na ocasião, a importância da união entre Executivo e Legislativo para a construção da proposta. O encontro entre os representantes dos dois poderes ocorreu no Plenário Coronel Valença. 

“É isso que eu chamo de construção coletiva. Ainda estamos vivendo um momento delicado. Podemos ver o impacto da pandemia diariamente. Por isso, agradeço o apoio dos vereadores que já aprovaram, por exemplo, o projeto do Juro Zero, que proporciona o empréstimo de até R$ 5 mil reais, sem juros, para empreendedores que enfrentam dificuldades. Vamos executar o Auxílio Inclusivo e fiscalizar para que tudo siga dentro da legalidade”, reforçou o prefeito.
O vice-prefeito Rodrigo Decimo ressaltou ainda outros projetos voltados ao setor produtivo que foram elaborados junto à Câmara de Vereadores e que trazem resultados positivos para toda a população. 

“Como Prefeitura, mas com ajuda e orientação do Legislativo, conseguimos avançar na área da economia, com o programa Juro Zero, com o Emprega Santa Maria, com a Lei de Liberdade Econômica, e, agora, esse processo culmina no Auxílio Inclusivo, que é uma forma de o poder público estender a mão para quem mais precisa”, pontuou o vice-prefeito.

Com o valor do Auxílio Inclusivo, o cidadão poderá adquirir somente alimentos, materiais de higiene, limpeza e gás de cozinha. A aquisição de outros tipos de mercadoria é proibida. Inclusive, o projeto de lei prevê sanções para quem descumprir as regras, tanto para o beneficiado quanto para o estabelecimento comercial credenciado.

A partir de agora, com prazos abreviados, a proposta vai passar pela análise das assessorias técnica e jurídica e por comissões da Câmara para, depois, ser votada em Plenário. 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Pompa e circunstancia, assemelha-se a um ‘favor real’ da idade média. Dinheiro saiu dos cofres publicos, não do bolso dos politicos. Que por sinal recebem para isto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo