DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES 2022. PSDB do Rio Grande do RS se divide sobre possibilidade de reeleição de Eduardo Leite

Pozzobom é um dos que defende que o governador busque novo mandato

Pozzobom defende busca da reeleição; Wesp vê vários quadros qualificados (fotos Ariéli Ziegler/Prefeitura SM e Nícolas Chinem/JC)

Reproduzido do Site do Jornal do Comércio – Texto assinado por Marcus Meneghetii

Depois que o governador Eduardo Leite (PSDB) perdeu as prévias do PSDB para o governador de São Paulo, João Doria, uma ala do PSDB gaúcho começou a se mobilizar para tentar convencer Leite a concorrer à reeleição no Rio Grande do Sul. Leite já descartou a hipótese em diversas ocasiões, afirmando ser contra a reeleição.

O futuro político do tucano, entretanto, é uma incógnita. Pelo Twitter, o governador gaúcho agradeceu o apoio recebido em sua campanha nas prévias, desejou sorte a Doria e finalizou a mensagem com frases que não deixam claro o que fará depois de sua gestão ao Piratini. “Acima de projetos pessoais ou partidários, está o Brasil! E eu, onde estiver, buscarei sempre dar a minha contribuição ao País!”, escreveu.

Ainda assim, aliados pretendem fazer Eduardo Leite mudar de ideia. O prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom, é um dos tucanos gaúchos que pretende persuadir o governador a disputar o segundo mandato. Por outro lado, outras lideranças partidárias acreditam que Leite deve manter o que tem dito há meses – que não concorrerá à reeleição. 

“Respeito a posição do governador Eduardo Leite, de ser contra a reeleição. Por outro lado, vamos conversar com ele sobre a importância de dar continuidade às transformações que foram feitas no Estado. Claro que vou aguardar o momento exato, mas a minha ideia é conversar com ele para que seja o nosso candidato à reeleição. Não tenho a menor dúvida que ele é o nome mais preparado”, avaliou Pozzobom. Para o prefeito de Santa Maria, a escolha do candidato a governador do PSDB passa necessariamente pela decisão de Leite de concorrer à reeleição ou não. Em várias entrevistas, o presidente estadual da sigla, deputado federal Lucas Redecker, garantiu que o PSDB terá candidatura própria.

Antes das prévias no diretório nacional do partido, quando Leite era favorito, o nome mais cotado para concorrer a governador no Rio Grande do Sul era o do vice-governador Delegado Ranolfo Vieira Júnior – que se filiou ao PSDB no final de setembro.

A sucessora de Leite na prefeitura de Pelotas, Paula Mascarenhas – que, embora também não simpatize com a reeleição, está no segundo mandato como prefeita – defende uma “reflexão profunda” dentro do partido antes da escolha do candidato. “Devemos fazer uma análise mais profunda das prévias (em nível federal) e do contexto estadual antes de emitirmos opinião. O partido vai iniciar uma discussão sobre isso com suas lideranças e seus filiados.”

Mesmo com a derrota nas prévias, Leite demonstrou a sua força dentro do partido. Várias lideranças tucanas elogiaram o desempenho e a postura do governador na campanha para ser o candidato à presidência. Leite fez 44,66% dos votos. “O governador Eduardo não deixou de ser um player nacional pelas prévias, pelo contrário, saiu maior delas ao final desse processo comunicando, a todo Brasil, claramente, que é o melhor candidato”, avaliou o líder da bancada tucana na Assembleia Legislativa, Mateus Wesp. No seu perfil no Twitter, acrescentou seu “apoio incondicional” ao governador. 

Ao comentar uma possível candidatura à reeleição de Leite, o deputado estadual declarou que “o governador Eduardo não irá concorrer à reeleição no Rio Grande do Sul, mas, isso não significa que o PSDB-RS não irá apresentar ou endossar um projeto competitivo para que o Estado siga no ritmo de equilíbrio fiscal e investimentos dos últimos anos. O PSDB tem muitos nomes viáveis para uma sucessão, a começar pelo vice-governador, Ranolfo Vieira Junior. Temos outros tantos gestores qualificados, reeleitos, nas maiores cidades do Estado”.

Secretário estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura, Luiz Henrique Viana (PSDB) escreveu no Twitter que “Leite, por onde passa impacta a vida das pessoas. Carrega consigo outros políticos e os conduz para, juntos, impactarem mais pessoas… Seguiremos ao lado deste jovem e experiente líder.” Redecker, que contraiu Covid-19, não falou com a reportagem, mas parabenizou Leite pela “campanha transparente, limpa e propositiva.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo