DestaqueSanta Maria

PETISTAS. Marina diz não ser parte do acordo para a Mesa e fala que comando da Casa será governista

A vereadora do PT também faz crítica direta a um companheiro de bancada

Marina critica colega, diz ser vítima de “violência institucional” e que Casa será comandada pelos governistas (foto Reprodução)

Na madrugada passada, o site publicou a matéria “PARTIDOS. Ronha no PT envolve vereadora, com direito a grupo de ‘whats’ chamado ‘Sem Atestado’” (releia AQUI).

Nesta quinta-feira, o site recebeu uma “Nota de Esclarecimento” da vereadora Marina Callegaro (PT). No documento (também divulgado nas redes sociais da edil), ela cita nominalmente seu colega Ricardo Blattes (PT). Assim, você confere a íntegra da Nota da Vereadora e, no final, o que disse o edil ao site. Confira:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Perante os acontecimentos da última semana, rondando a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores e Vereadoras de Santa Maria, é importante esclarecer alguns fatos:

  • Não há nenhuma objeção com relação ao nome do companheiro Valdir Oliveira, pelo contrário, é o nome apropriado para assumir o cargo de presidente e não é necessário nenhum tipo de nota tentando intimidar esta parlamentar. Meu voto seria do Valdir, pois acredito na sua experiência e seu comprometimento;
  • Que fique claro: não compareci a sessão porque passei mal, durante uma reunião tensa com a bancada do nosso partido. Estou grávida de 26 semanas e fui atacada, covardemente, pelo vereador Ricardo Blattes, com batidas extremas na mesa de reunião. Fiquei psicologicamente abalada e por recomendação médica não fui à sessão.
  • Sim, há um descontentamento de minha parte com relação à composição da Mesa Diretora, que se faz juntamente com o Governo. Sendo que, o Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras (PT), juntamente com o nosso bloco propositivo não faz parte do governo;
  • Desta forma, quem comandará a Casa Legislativa será o bloco governista, embora o PT tenha a presidência, o comando dos principais cargos da casa estará nas mãos de pessoas do governo;
  • Ao contrário do que foi exposto na imprensa local, na quarta-feira, participei do ato de posse da nova Diretoria da Escola Marista Santa Marta, na Nova Santa Marta, sem nenhum tipo de atividade de panfletagem, conforme foi equivocadamente exposto.
  • Além da violência sofrida, internamente, na instância partidária, em reunião com a presença do presidente do partido e a bancada, sofri a violência institucional. Após os acontecimentos, foi criado um grupo em uma Rede Social entre alguns parlamentares. O grupo chamado “Sem atestado” expôs minha condição clínica ao deboche. Lamentável atitude, justamente entre os vereadores da Câmara que criou, neste ano, a Procuradoria Especial da Mulher, com unanimidade dos parlamentares. É triste que eu esteja sendo atacada pela pauta que mais defendo que é pelo fim de qualquer tipo de violência contra as mulheres;
  • Sempre estive ao lado das pautas identificadas com as necessidades da população, bem como, com as pautas partidárias, de esquerda e em defesa das pessoas que mais precisam. Sempre com diálogo e comprometimento. Prova disso é a efetivação do Auxílio Inclusivo Municipal, criado através de um projeto Sugestão de minha autoria, que trata sobre o programa de Renda Básica de Cidadania. Nem por isso, deixei de ser oposição;
  • Não terei nenhum cargo na Mesa Diretora e não farei parte da administração da Casa. Afinal, nunca fui chamada ao diálogo de “construção” da chapa vencedora. Até o dia da eleição, nunca houve reunião da bancada para tratar sobre o tema. Dos poucos encontros informais, no plenário ou pelos corredores do Legislativo, os vereadores ignoraram as minhas ponderações.
  • Por fim, ressalto que estarei lutando pelas pautas que defendo, em consonância com as demandas do povo e sempre com o nosso Gabinete perto das pessoas.

Santa Maria, 30 de dezembro de 2021.

Marina Callegaro
Vereadora – PT”

A PROPÓSITO do que disse a vereadora, o site consultou o vereador Ricardo Blattes, por ela citado. E ele enviou a seguinte nota, via WhatsApp:

“Em função da condição clínica da colega prefiro não me manifestar, apesar de, obviamente, ter outra versão sobre alguns fatos por ela narrados, opinião que será exposta no momento oportuno, nos fóruns do partido na cidade.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Estatuto do PT ‘Art. 184. Filiados e filiadas ocupantes de cargos comissionados, eletivos, dirigentes partidários ou parlamentares deverão efetuar uma contribuição mensal ao Partido, correspondente a um percentual do total líquido da respectiva remuneração mensal, conforme tabela […]’. Pelo jeito são 2% para quem recebe até 6 salários minimos e 3% para quem recebe entre 6 e 10 SM.
    Esta é daquelas, jornais defendendo a ‘ciencia’ e dando destaque para previões do tarot, buzios e horoscopo para o ano vindouro. Propaganda da Corsan, Novas Façanhas, no Diário Vermelho de SM. Jornalistas ‘cheios de dedos’ para evitar criticas ao Indigesto. Obas atrasadas há mais de 5 anos com desculpa de que ‘subiram os preços’. O grande pacto de submediocridade que impera nas instancias dirigentes da aldeia. Os melhores clientes do diabo são os que vendem a alma e não esperneiam para entregar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo