Artigos

Universidade, inovação e desenvolvimento – por Paulinho Salerno

A importância da ligação entre comunidade e academia, escreve o articulista

A inovação tem tido um papel fundamental na transição que estamos passando em relação à Pandemia e quando falamos em inovação não podemos deixar de frisar o papel fundamental das universidades.

Estamos atravessando por novos caminhos e se torna cada vez mais importante contarmos com a participação das academias no desenvolvimento dos municípios e das regiões.

Temos tido a oportunidade de ver o desenvolvimento da chamada Quádrupla Hélice, que envolve a parceria entre a sociedade civil organizada, academia, setor empresarial e governo. Seeja através dos Parques Tecnológicos ou de outras iniciativas como o Pacto Alegre, que visa desenvolver o Ecossistema da nossa capital assim como o movimento chamado InovaRS, que visa desenvolver os ecossistemas regionais do estado divididos em oito regiões.

No interior do estado cito o Promove Lajeado que é capitaneado pela Univates no município de Lajeado. Estes movimentos têm gerado um sentimento de que podemos ser ainda melhores em muito daquilo que envolve o mercado de inovação ao longo do tempo.

Falando em inovação e na importância das universidades precisamos falar sobre o papel da nossa Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) no desenvolvimento regional.

Tive a oportunidade de passar pelos bancos da UFSM entre os anos 2000 e 2006, quando fui aluno do então Colégio Agrícola, atualmente Politécnico, e posteriormente no curso de Agronomia e onde tive boa parte da minha formação não só profissional, mas quanto humana.

Atualmente, como gestor público, tenho sido testemunha da importância do trabalho da extensão da Universidade que gera inovação através de todo o esforço e dedicação para que o Projeto Geoparque Quarta Colônia tome forma e auxilie no desenvolvimento não só da região englobada diretamente, mas de toda a região central, onde estamos incluídos.

Precisamos cada vez mais valorizar o trabalho das nossas universidades e ao mesmo tempo entendo que as universidades também precisam se abrir e estar cada vez mais conectadas com o que acontece no dia-dia da vida das pessoas.

(*) Paulinho Salerno é prefeito municipal de Restinga Sêca e presidente da Câmara Temática de Inovação da Famurs. Ele escreve no site às quintas-feiras

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo