ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. “O crescimento geométrico de Santa Maria, no governo Lula”

Não custa lembrar

Em 17 de julho de 2004:

Licença – Com o recesso “branco” que será imposto na Câmara dos Deputados e na Assembléia Legislativa, a tarefa de fazer campanha dos parlamentares Cézar Schirmer e José Farret será facilitada. Pelo menos, eles terão mais tempo para se dirigir ao eleitorado nos 45 últimos dias de campanha. Talvez seja por isso, ou para neutralizar essa possível vantagem, já esteja em discussão, entre os dirigentes petistas, um eventual pedido de licença do prefeito Valdeci Oliveira – que seria substituído pelo secretário geral de governo, Hélvio Sanfelice, do PPS. A conferir.”

Hoje:

O processo é outro. Agora, ao contrário de exatos seis anos atrás, quando a nota acima era publicada, a eleição é (fora a majoritária) para deputado estadual e federal. Quem tem mandato na Câmara (Paulo Pimenta) e na Assembléia (Fabiano Pereira) terá a sua disposição o tal “recesso branco”, inevitavelmente. A pergunta é: como farão Sandra Rebelato (PP) e Tubias Calil (PMDB) para se desincumbir, ao mesmo tempo, da campanha para o parlamento gaúcho e das atividades no legislativo da comuna? O jeito, aparentemente, é um só: licença. Claro que sem remuneração. Quem se habilita?

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo