ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. Quem, algum dia, esquecerá da “imparcialidade ativa”?

HISTÓRIA – Poucos duvidam: para o bem ou para o mal (não importa o resultado da eleição deste ano), a expressão que jamais será esquecida foi dita por José Fogaça, do PMDB. Qual? Essa mesma: “imparcialidade ativa”.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. acho que o pmdb vai ficar só com a vice-presidencia pq tá com a dilma não sei o que vai acontecer com o pmdb gaúcho após a eleição talvez tenham a cara de pau de dizer que eram Dilma desde criançinha. este é o preço da tal imparcialidade ativa. partido tem de ter posição e NUNCA ficar em cima do muro esperando o resultado para se posicionar.

  2. Essa tal de imparcialidade e mais ainda ativa, deve custar o segundo lugar ao PMDB e a vitória em primeiro turno do Tarso, que teve lado,cor e cheiro.
    Estratégia que não deu certo foi essa. Isso de ser bonzinho com todos, de não assumir posições, de querer ficar de bem com todos, não dá mais resultado.
    Assumir posição é um ato de coragem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo