Eleições 2010

NÃO CUSTA LEMBRAR. Então, Ciro se foi para São Paulo. E de lá voltou ao Ceará

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui no início da madrugada de 15 de setembro de 2009, uma terça-feira:

PELO SIM, PELO NÃO. Ciro Gomes vai mesmo transferir domicílio eleitoral para SP

O crédito a quem merece: foi Claudio Humberto Rosa e Silva que, na sexta-feira, dia 11, noticiou primeiro. Em nota, que reproduzi AQUI o jornalista dava conta da transferência do domicílio eleitoral de Ciro Gomes, do PSB, para São Paulo.

O que isso está a indicar? O óbvio: embora mantenha publicamente sua intenção de concorrer à Presidência da República, e até pode vir a confirmar isso mais adiante, Ciro fica legalmente preparado para o plano B, que seria exatamente concorrer ao governo paulista. O que faria muito feliz pelo menos duas pessoas: Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff…”

PARA LER A ÍNTEGRA, inclusive a reportagem que a originou, CLIQUE AQUI   

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, como se sabe, Ciro Gomes está enfurnado no Ceará. Faz campanha para o irmão Cid, que pretende continuar Governador e, ainda que discretamente, apóia Dilma Rousseff. São Paulo? Ficou pra lá.  

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo