Eleições 2010

NÃO CUSTA LEMBRAR. Yeda se alçava a novo mandato. E já mirava no alvo, Fogaça

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na madrugada de 14 de dezembro de 2009, uma segunda-feira:

SUCESSÃO GAÚCHA. Yeda se alça, tem Fogaça como alvo e vê Tarso no segundo turno

Com a governadora livre da ameaça de processo e a CPI da Corrupção sufocada na Assembléia Legislativa, ao lado de um discurso de correção das finanças do Estado, Yeda Crusius já imagina ser possível concorrer e competir de fato por mais um mandato de quatro anos no Palácio Piratini.

Mais que isso: a estratégia parece bastante clara. De um lado, com a convicção de que um dos dois finalistas de 2010 será o petista Tarso Genro, o enfrentamento inicial será mesmo com José Fogaça, do PMDB. De outro, formalizar uma aliança com o PP (com grande organização estadual, ao contrário dos tucanos), a quem caberá a vaga de vice – que, porém, terá que ser da confiança de Yeda, para evitar o “fator (Paulo Afonso) Feijó”…”

PARA LER A ÍNTEGRA, inclusive o texto que a originou, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, o resultado do pleito é mais que conhecido. E até o secretariado de Tarso Genro praticamente formado. Mas há algo que ainda pode ser dito: a governadora tinha razão. Seu alvo era, meeeesmo, José Fogaça. E com ele soterrou, ainda no primeiro turno. Mas perder ou ganhar é do jogo político, cá entre nós. E da democracia, claro.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo