PartidosPolítica

VIRA-CASACAS. Mais da metade dos deputados do ‘novo PSD’ não é exatamente amiga da fidelidade partidária

Eles são do Partido Social Democrático. Estão lá, na ata de fundação. São mais da metade. Todos deputados federais. Mas ninguém pode garantir que amanhã serão da sigla. Simplesmente não se pode considerá-los amantes da fidelidade. Puxam mais para o vira-casaquismo do que qualquer outra coisa.

Quem conta mais sobre esse perfil, digamos, pouco confiável da bancada do PSD na Câmara dos Deputados, e usando como base reportagem publicada no jornal em que atua, é o jornalista Josias de Souza, da Folha de São Paulo. Confira:

PSD abriga deputados com histórico de ‘vira-casacas’

Para os deputados que aderiram ao PSD, o partido de Gilberto Kassab, a fidelidade partidária é um compromisso facultativo. Por ora, a ata de fundação da nova legenda carrega as assinaturas de 31 deputados federais. Mais da metade já passou por pelo menos três legendas.

Deve-se a constatação à repórter Silvia Amorim. Ela recolheu no portal da Câmara os dados que recheiam a notícia. Dois correlegionários de Kassab, os deputados Junji Abe (SP) e Silas Câmara (AM) já envergaram as cores de nada menos que sete legendas.

Junji já foi do PDS, que virou PFL. Migrou para o PL. Deu saudade. Voltou para o PFL. Mudou-se para o PSDB. Foi ao DEM (ex-PFL). Agora, é PSD. Silas foi…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo