ECONOMIA. Queda do juro básico tastaveou os doutos. É o que indicam suas apostas

Semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu baixar, de uma vez só, 0,5% da taxa básica de juros. Pois bem, nesta, ao serem ouvidos pelo mesmo BC, para a edição do boletim “Focus”, os analistas do mercado financeiro parece não terem entendido o recado. Tanto que projetam uma taxa de juros (claramente em queda) ainda maior que a vigente.

Resumo da ópera: os doutos, como o editor os chama, tastavearam. E, de inhapa, também anunciam que, a depender dos humores econômicos de hoje, a inflação vai aumentar. E aí, deve-se acreditar nisso? Para saber mais do que dizem esses meninos (ou nem tanto), acompanhe material produzido pela Agência Brasil. A reportagem é de Kelly Oliveira. A seguir:

Projeção de analistas para inflação oficial em 2011 aumenta pela terceira semana seguida

A previsão de analistas do mercado financeiro para a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), este ano, subiu pela terceira semana seguida, de 6,31% para 6,38%. Para 2012, a estimativa também foi ajustada para cima, de 5,20% para 5,32%. As informações constam do boletim Focus, publicação semanal do Banco Central (BC), elaborada com base na expectativa dos analistas para os principais indicadores da economia.

As projeções para o IPCA em 2011 e no próximo ano estão acima do centro da meta de inflação de 4,5%, mas dentro do limite superior de 6,5%. A expectativa mediana dos analistas para a taxa básica de juros, a Selic, ao final de 2011 caiu de 12,50% para 12,38% ao ano. Para o fim de 2012, a projeção passou de 12,38% para 11,88% ao ano…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *