INOVAÇÃO. Luciana Manica prega fim do gerundismo No turismo e nos “call centers”. Já seria bom começo

“…Portanto, afora usarem equivocadamente o verbo, na tentativa de reforçar uma ideia de continuidade de um verbo no futuro, acabam complicando o que já é suficientemente complicado, e o que antes podia ser dito de maneira mais econômica e direta, como “não estou nem aí para a sua reclamação” foi substituído por uma intrincada estrutura que prefere utilizar três verbos a apenas um ou dois, afora lhe fazer perder tempo e lhe irritar ao telefone.

Então, se houver inovação em call centers, que seja um NÃO ao gerundismo, por favor! Ok, mas até aí nem li a reportagem que me chamou a atenção, vamos ao que realmente se propõe de inovação no turismo e em call centers.…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo “Inovando no turismo e nos call centers”, de Luciana Manica Gössling. Ela é advogada, Mestre em Direito e especialista em Propriedade Intelectual. O texto foi postado há instantes, na seção “Artigos”!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *