Destaque

SOBE/DESCE. Tubias, Pimenta, Alexandre Vargas, Deili, Bisogno, Arigony e Admar entre os destaques

Tubias se saiu muito bem durante depoimento na CPI: ditou o ritmo da oitiva, bateu boca, fez denúncias… Já noutro momento (foto inferior)…“Tá bom, deferido”, diz o presidente da Câmara, Admar Pozzobom, após ser surpreendido com o pedido de reunião de Alexandre Vargas

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto Reprodução/TV Câmara), da Equipe do Site

As articulações para formação da nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, o anúncio do lançamento da pré-candidatura de Luiz Henrique – Barbudinho (PDT) para deputado estadual e o depoimento de Tubias Calil (PMDB) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Parque de Máquinas foram os principais destaques da semana política de Santa Maria. Alguns se saíram muito bem na defesa de seus interesses. Já outros foram pegos de surpresa. Confira abaixo:

SOBE

Tubias Calil (PMDB)

O ex-secretário de Infraestrutura respondeu com autoridade todos as perguntas realizadas pela CPI do Parque de Máquinas (AQUI), na sexta-feira (24). Ele ditou o ritmo da oitiva, fez denúncias e no final fez até questionamentos aos vereadores.

Paulo Pimenta (PT)

É raro ver um peemedebista   elogiar um petista. Mas foi o que fez Tubias ao final da oitiva, afirmando que reconhece tudo o que deputado federal fez por Santa Maria nos últimos anos.

Alexandre Vargas (PRB) e Deili Silva (PTB)

Ambos lideram os vereadores dissidentes que estão deixando a base do governo Pozzobom para criar um novo grupo em conjunto com a oposição (AQUI). A articulação vem ocorrendo há alguns meses e tem o objetivo de virar a eleição da Mesa Diretora.

DESCE

Marcelo Bisogno (PDT)

Luiz Henrique – Barbudinho (PDT) irá lançar sua pré-candidatura a deputado estadual e o presidente do partido em Santa Maria não sabe? (AQUI).  A situação beira ao surreal e transmite uma incrível falta de unidade no partido.

Marcelo Arigony (PSDB)

Uma fonte graúda do partido garante: o delegado de Polícia Civil desistiu de concorrer a deputado federal. O motivo é a ausência de consenso entre os quatros vereadores tucanos para apoiar sua candidatura.

Admar Pozzobom (PSDB)

O presidente do Legislativo ficou atônito na sessão de quinta-feira (23) quando o seu, até então, aliado, Alexandre Vargas (PRB) chamou para reunião o grupo de vereadores dissidentes e também os parlamentares de oposição.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo