IMPRENSA. Sérgio Boaz, Cacalo e Zé Victor Castiel deixam a Rádio Gaúcha. Eduarda Streb retorna

IMPRENSA. Sérgio Boaz, Cacalo e Zé Victor Castiel deixam a Rádio Gaúcha. Eduarda Streb retorna - Sérgio-Boaz

Sérgio Boaz afirmou ao Coletiva.net que ficou surpreso com a decisão da RBS. Foto Divulgação

Por Coletiva.net

A rádio Gaúcha não conta mais com a voz de Sérgio Boaz, que deixou o Grupo RBS nesta sexta-feira, após 31 anos de casa. Também não estão mais na emissora os comunicadores Cacalo e Zé Victor Castiel, que participavam do Sala de Redação há 16 e três anos, respectivamente. A empresa de mídia também confirmou a saída de Edu 001, que integrava a atração esportiva. As mudanças na rádio serão anunciadas na próxima segunda-feira, 22, em evento no Gaúcha Sports Bar.

Em entrevista exclusiva ao Coletiva.net, Boaz disse estar surpreso com a decisão da empresa. “Não esperava, no entanto não tenho do que reclamar da direção da RBS, que sempre me tratou com respeito e consideração”, falou, e acrescentou que “só fez boas amizades ao longo deste período”. Sem planos para um futuro próximo, disse que precisa, primeiro, “organizar as ideias”.

À reportagem, Zé Victor contou que segue no Grupo RBS, onde passará a assinar uma coluna no Segundo Caderno de Zero Hora. “Embora gostasse muito do Sala, eu comecei a me sentir um pouco perdido, uma vez que não sou um grande entendedor de futebol. Sou um torcedor”, explicou, e mencionou que está muito feliz em estrear no caderno de cultura do impresso.

Cacalo, por sua vez, informou o portal que ainda não definiu se continuará a escrever para o Diário Gaúcho, no qual assina uma coluna há 17 anos. “A vida é feita de ciclos e uma hora eles se encerram. Faz parte”, falou. Ele também ressaltou que não tem reclamações sobre a empresa.

Na nova fase do programa, assumirão Eduarda Streb, que fará as vezes de torcedora colorada, e Eduardo Bueno, o Peninha, que será comentarista.

Clique AQUI para ler a matéria original no site do Coletiva.net.



14 comentários

  1. DILSON PACHECO FERNANDES

    A partir de agora vou retornar a ouvir o programa Sala de Redação, sou Colorado e não tenho nada contra os Gremistas que estão no programa exceto o Cacalo que é um grande Gremista mas também é um grande bobalhão. Acredito que agora vai melhorar e a audiência vai melhorar também.

    • Paulo Augusto

      Estou com o Dilson, retornarei a ouvir o Sala. Sou gremista e me sentia constrangido com o Cacalo, um sujeito que foi diretor de futebol e presidente do Gremio, mal educado, infantiloide e fazia um papel de palhaço no Sala.

  2. PAULO GOMES

    Cara… escutar o Potter é ruim demais. O cara sem timing… atravessa… quer responder rapidamente pra mostrar que tem um pseudo conhecimento do que esta sendo debatido. Bah… larguei!

  3. Railander Figueiró

    Também larguei de mão. A verdade é que o sala deixou de ser o melhor programa de debates esportivos quando Lauro Quadros, Ruy Carlos Ostermann e Paulo Santanna deixaram o programa. Tinha discussões acirradas, mas muito inteligentes e conhecedores do futebol. Também deixaram saudades o Kenny, o Wianey e o Cacalo. Deu pra ti sala, agora só tem os politicamente corretos e sem graça mauricio saraiva e duda garbi. Vou ter que achar outra emissora nesse horário. E fica aqui minha admiração por Sérgio Boaz. Baita profissional que a gaúcha também perde.

  4. Marcelo

    Acho que vai melhorar o programa.
    Só a saída do Piffero azul (Cacalo), cara arrogante, falastrão, bobalhão, que teve sucesso no futebol debaixo da asa de um grande (Koff), já vai deixar o programa bem mais leve e divertido.
    Parabéns à emissora.

  5. Maurício Benites Pinto

    Atualmente o melhor programa de debate de futebol é o da rádio Guaíba das 11:00 às 13:00 sob o comando do Carlos Guimarães. Sala de Redação não soube se adaptar às redes sociais e viu seu reinado ruir ao não dar efetiva voz (sem selecionar comentário)aos ouvintes.

  6. Jacó

    Rádio Guaíba esportiva não existe com Juremir e outros falastroes puxa sacos do PT. Já o sala nunca mais foi o mesmo depois de Santana,Lauro e o Rui .Potter não existe de tão fraco.

  7. Giovane Morais

    O sala em sua nova configuração vai desabar ainda mais. Temos hoje outras opções de programa no mesmo estilo e horário. Nenhum deles mais se sobre sai. A radio gaúcha deteve sua pseudo liderança em alguns horários, muito mais pela sua potencia e posição no dial do que pelo atual potencial de seus comunicadores a exemplo de Potter, Kelly Matos e outros. No mais, acredito que ganhamos nós ouvintes de radio com mais opções em outras emissoras. É Bom !

  8. Maurício Silvestri

    Olha, eu acompanhava o Sala, mas deixei, até porque o programa perdeu muita qualidade. O problema é que a concorrência é muito ruim, não tem como, você ouvir Rádio Grenal, Guaiba ou Bandeirantes. Complicou!

  9. Paulo

    Antigamente o Sala Era uma fonte de cultura esportiva e de bom humor . Hoje ouvir o sala não acrescenta nada, e não ouvir o sala não perde nada. Uma pena. Quem sabe no futuro, encontrem dois ou três bons debatedores que façam valer a pena sintonizar a Gaúcha novamente.

  10. Ivete Brust

    Não consigo aguentar a entonação de voz da Duda Streb. É muito chata e parece aqueles “magrinhos” dos anos oitenta falando.

  11. Antonio Fernando

    Inesquecíveis as peleias envolvendo os antigos integrantes do sala.
    Ruy Carlos,Santana,Keny ,Cacalo,Wianey e as bichices do Grande Lauro Quadros.
    Agora o programa não temais graça
    Nem debates.
    Tá muito sem graça.
    Falta tempero.

  12. Afrânio

    Tudo bem que o Cacalo era muito chato as vezes, até eu como gremista sentia isso. Mas aguentar Maurício Saraiva, Diogo Olivier, Duda Garbi, Duda Streb e o chatíssimo doPeninha, é dose. Turma mais sem sal do que essa está pra nascer. O público não gosta desse pessoal sem graça e muito politicamente correto. Só falta o Batista pra estragar de vez. Salva-se o Guerrinha e talvez o Pedro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *