CIDADE. Marcelo Bisogno reivindica a paternidade do projeto “Parada Segura”, da vereadora petista Celita

CIDADE. Marcelo Bisogno reivindica a paternidade do projeto "Parada Segura", da vereadora petista Celita - maiquel-bisogno

A iniciativa do pedetista Marcelo Bisogno também foi divulgada em seu material para campanha à Prefeitura Municipal, em 2016

Por MAIQUEL ROSAURO (com imagem de Divulgação), da Equipe do Site

A vereadora Celita da Silva (PT) não anda bem-quista pelos lados do pedetismo. No fim do ano passado, a petista foi acusada de debochar da vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), o que inclusive gerou uma sindicância no Legislativo contra a denunciante, que está em andamento (saiba mais clicando AQUI). A bronca agora é com o presidente municipal do PDT, Marcelo Bisogno, que reivindica a paternidade do Projeto Parada Segura.

A iniciativa apresentada pela petista prevê que, após as 22h, motoristas do transporte coletivo podem fazer o desembarque das passageiras em qualquer local da rota regular do ônibus. Na quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, o projeto (8488/2017) foi aprovado por unanimidade e aguarda sanção do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB).

Bisogno entrou em contato com o site para relatar que, há alguns anos, apresentou na Câmara iniciativa semelhante, que permite o desembarque de mulheres dos ônibus após as 22h.

“Eu recebi em 2015 um grupo de professoras lideradas pela, hoje, nossa vereadora Luci tratando das dificuldades das mulheres ao retornarem para casa no final do dia. Muitos professores municipais, estaduais, das universidades e escolas particulares utilizam o transporte coletivo. Na época, tive várias reuniões com mulheres trabalhadoras do comércio e também hospitais e restaurantes da cidade. A maioria delas utiliza esse serviço após as 22h”, ressaltou Bisogno.

Segundo o pedetista, a proposta (na forma de projeto sugestão) foi aprovada no Plenário e também aguarda posicionamento do Executivo.

“Eu protocolei na Câmara como Projeto de Lei (8352/2016). Depois, por questões jurídicas, protocolei como Projeto Sugestão e foi encaminhado para o gabinete do prefeito, aguardando até hoje para ser sancionado. O projeto trata que todas as mulheres poderão fazer o desembarque em qualquer ponto da cidade, garantido mais proximidade com suas residências e destinos após as 22h até as 6h”, garante o pedetista.

A iniciativa também esteve presente no material de divulgação de sua campanha para prefeito, em 2016.



1 comentário

  1. oaranhanegra

    #Bisogno entrou em contato com o site para relatar que, há alguns anos, apresentou na Câmara iniciativa semelhante, que permite o desembarque de mulheres dos ônibus após as 22h.#
    Deveria, á minha ótica, entrar em contato com Vicente Paulo Bigsogno.
    Simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *