RETROSPECTIVA 2018. A motorista que invocou (sem êxito) até os Schirmers foi a 8ª nota mais lida do ano

RETROSPECTIVA 2018. A motorista que invocou (sem êxito) até os Schirmers foi a 8ª nota mais lida do ano

RETROSPECTIVA 2018. A motorista que invocou (sem êxito) até os Schirmers foi a 8ª nota mais lida do ano - retrô-2Boa pergunta (que o editor reconhece não saber responder) é como terminou essa história. O fato é que aquela motorista, que buscou refúgio até numa suposta amizade com a família do Secretário Estadual de Segurança Pública, inclusive o próprio, para fugir de punição, deu o que falar.

Motorista que, diz a notícia original, do Fabrício Minussi, da Rádio Medianeira, “apresentava odor etílico, falante e com desordem nas vestes, se negou a fazer o teste do bafômetro”… e… e.. Enfim, confira você mesmo a 8ª nota mais acessada no www.claudemirpereira.com.br em 29018. Ela foi publicada na manhã de 28 de fevereiro, uma quarta-feira. A seguir:

RETROSPECTIVA 2018. A motorista que invocou (sem êxito) até os Schirmers foi a 8ª nota mais lida do ano - retrô-8TRÂNSITO. Motorista com BMW a 150 km/h invoca até família Schirmer para fugir de punição. Não adiantou

Por FABRÍCIO MINUSSI, no site da Rádio Medianeira e imagem de Reprodução

Mais um motorista bêbado foi flagrado pela Polícia. O fato ocorreu durante a madrugada desta quarta-feira (28). Segundo a Sala de Operações da Brigada Militar (BM), uma mulher de 56 anos foi presa, após tentar fugir de uma abordagem policial.

A perseguição teve início próximo a empresa Walter Beltrame, na ERS 509. A mulher, segundo a Polícia, fugiu a uma velocidade de 150 Km/h num veículo BMW placas DGJ-3555 (Porto Alegre) e só foi alcançada próximo à Base Aérea de Santa Maria (BM).

Ao ser interpelada, a motorista, que apresentava estar alterada, com odor etílico, falante e com desordem nas vestes, se negou a fazer o teste do bafômetro. Em determinado momento, segundo o relato da guarnição, a motorista chegou a invocar os nomes do secretário de Segurança Pública, Cezar Schirmer, e sua esposa, Fátima Schirmer, e que iria “poderia pedir a transferência dos policiais”.

Diante dos fatos ela foi levada à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e autuada por embriaguez ao volante com base em prova testemunhal, Ela, que foi identificada como…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *