SALA DE DEBATE. Empresas premiadas em Restinga, asfalto x paralelepípedo e a iluminação pública em SM

SALA DE DEBATE. Empresas premiadas em Restinga, asfalto x paralelepípedo e a iluminação pública em SM

SALA DE DEBATE. Empresas premiadas em Restinga, asfalto x paralelepípedo e a iluminação pública em SM - sala-6

Mediador Roberto Bisogno (E), este editor e convidados: Ricardo Jobim, Antonio Carlos Lemos e Péricles Costa (foto Gabriel Cervi Prado)

Três assuntos predominaram, com folga, na edição desta quarta-feira do “Sala de Debate”, entre meio dia e 1 e meia da tarde, na Rádio Antena 1, com a mediação de Roberto Bisogno. Para começar, manifestações a propósito de uma premiação diferente, patrocinada pela prefeitura de Restinga Sêca, que homenageia as empresas que mais contribuem para o desenvolvimento daquele município através de pagamento dos impostos municipal (ISS) e estadual (ICMS).

Mas não foi apenas isso, claro, a ser discutido pelos convidados do dia, Ricardo Jobim, Antonio Carlos Lemos e Péricles Lamartine Palma Costa, com a participação deste editor e intervenções, também, dos ouvintes. Os outros dois assuntos que ganharam corpo provocaram, inclusive, manifestações do poder público.

No caso, a discussão em torno da pavimentação das ruas da cidade: asfalto ou paralelepípedo (ou material “intertravado”)? E também a situação da iluminação pública santa-mariense e o fundo formado por recursos advindos da Contribuição criada para financiar o serviço.

PARA OUVIR O “SALA” DE HOJE, BLOCO POR BLOCO, CLIQUE NOS LINQUES ABAIXO!!!

 



4 comentários

  1. O Brando

    Critério técnico? Pagar tributos é obrigação.
    Votação do Diário é ‘popular’, empresa com maior número de funcionários leva. Quem recebe a homenagem pode ter algo a ver, basta passar uma circular recomendando o voto dos ‘colaboradores’. Já não teve ônibus levando gente para audiência pública? Não tem carro do Papai Noel cheio de carros de funcionários atrás?
    Divida ativa é enganação, é a montanha de dinheiro que sempre aparece no falar dos políticos. Na aldeia é pouco transparente, não encontra-se a lista dos devedores. No nível estadual pode-se pesquisar tanto pessoa física quanto jurídica. Por exemplo, Cooperativa Popular de Consumo (para não deixar ninguém brabo), divida de 2,3 milhões. Boa sorte para receber este dinheiro. Existem muitos casos assim.
    Alás, falando em transparência, alguém sabe informar quais foram os critérios para escolha e qual o montante dos incentivos fiscais do Distrito Industrial? Existe caixa-preta por lá ou estou mal informado?
    Ego e marketing. Não pagar significa correr o risco da concorrência pagar.
    Falta nas calçadas de SM, o tal de mata-burro.

  2. O Brando

    Assunto de interesse municipal, o bric do Bisogno que não vai sair. Que nem o churrasco.
    Assunto antigo rotativo, buracos. Se o legislativo local funcionasse, organizaria um seminário para discutir o assunto, era só convidar o pessoal dá prefeitura, da UFSM, da UFN, etc.
    Quando se planta uma situação colhe-se o quê?
    Cimento/concreto também tem impacto ambiental. Só não é aqui perto.
    Faz três meses que fala e ninguém aguenta mais a encheção de saco. Outro assunto rotativo. Alás, deve ser por isto que no governo Schirmer faziam inauguração de iluminação pública.

  3. O Brando

    Na minha época piada tinha que ser engraçada para a gente poder rir no final.
    Diz que tem uma pegada em gesso do Abominável Mico Leão Dourado do Itararé. Um parente do lobisomem.
    Tem que lembrar sim, cidade ficou 8 anos parada na mão do MDB. Esta gente não pode mais receber voto.
    Lâmpada LED tem branca fria e branca quente. Uma delas não ilumina direito, não lembro qual é.
    Pergolado é mais uma idéia ‘genial’ do Schirmer? Barato, com visibilidade e completamente inútil. Só para não parecer que não fazia nada.
    Qualquer gestão inteligente consultoria a população e apresentaria alternativas.
    Pureza de intenções do positivismo. Não tem dinheiro no Brasil para ‘boas intenções’.
    Sujeito faz compra em sex shop pelo correio. Fica ansioso pela chegada do ‘pratilevas jumentício’. Tentam entregar quando a criatura não está lá. Mais do que natural uma lei para regular o assunto. Nada a ver com o rádio novo citado. Kuakuakuakuakua!

  4. Eng Flavio Medeiros

    Meus caros debatedores, sei que voçes estao bem intencionados, mas o Sr Lemos sabem bem que esta questão de asfalto x intertravado é apenas 1: Lobby /pressão das empreiteiras de asfalto . A engenharia da prefeitura projeta em intertravado mas a licitação vem vazia. Eles não executam unistain, simples assim.
    Sei que paralelepipedos esta raro, mas unistain varias empresas vendem aqui, tanto que em loteamentos e condominios é amplamente usado.
    E pior, dentro da prefeitura existe Engenheiro (JAAG) que jamais projeta em pavimento intertaravado, kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *