EconomiaEstadoSegurança

ESTADO. Governo vende 26 cavalos e 18 bovinos da Brigada Militar. Leilões serão quinta, em Santa Maria

Por PEPO KERSCHNER, da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Planejamento do Estado

A Subsecretaria Central de Licitações (Celic), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), realiza na próxima quinta-feira (31/10), na cidade de Santa Maria, dois leilões simultâneos de animais da Brigada Militar. Um dos certames ocorre na sede do quartel do 1º Regimento de Polícia Montada e compreende 26 cavalos em lotes individuais, cujos valores mínimos estão fixados entre R$ 300 e 420 por cabeça.

Também às 10h iniciará o remate de 18 bovinos (bois e vacas) na sede do Centro de Estudos, Treinamento, Reprodução Animal e Preservação Ambiental (Cetrapa), localizado na Fazenda Philipson (km 311 da BR-158). O rebanho à venda está dividido em três lotes com avaliação inicial de R$ 32,6 mil. Os recursos dos leilões revertem para a própria BM…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo