CONSUMIDOR. Ação conjunta da Prefeitura com a Polícia Civil notifica 15 supermercados. Saiba por quê!

CONSUMIDOR. Ação conjunta da Prefeitura com a Polícia Civil notifica 15 supermercados. Saiba por quê!

CONSUMIDOR. Ação conjunta da Prefeitura com a Polícia Civil notifica 15 supermercados. Saiba por quê! - prefeitura-supermercados

Para verificar mudança de preços devido à pandemia , Prefeitura notifica 15 supermercados, em operação conjunta com a polícia

Por JOÃO PEDRO LAMAS (com foto de Divulgação), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Diante do quadro de pandemia de coronavírus, e seguindo o Decreto Executivo nº 55, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Santa Maria, em ação conjunta com a Superintendência de Fiscalização da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana e a Polícia Civil, notificou 15 supermercados, nesta quinta-feira (27). O Executivo Municipal vai verificar suspeitas de alterações de preços de produtos devido à pandemia de coronavírus.

Desde o dia 17 de março, o Procon já vinha atendendo a denúncias referentes à alteração de valores de produtos como álcool em gel e máscaras, principalmente em farmácias.

“Os produtos alvo da ação de fiscalização são os principais da cesta básica e de higiene. Pedimos as notas fiscais para verificar o preço de compra e o preço atual praticado. A suspeita dos denunciantes é de que houve uma alta não justificada nos valores. Visamos ao respeito ao consumidor, ainda mais em um momento de pandemia, onde as pessoas estão mais vulneráveis”, disse o superintendente de Fiscalização, Marcio Abbade.

Foram solicitadas as notas fiscais de compras de dezembro de 2019 e de janeiro, fevereiro e março de 2020. Os supermercados têm até cinco dias úteis para apresentar as notas. O Procon fará um auditoria na documentação. Caso sejam constatados preços abusivos, os locais, como as farmácias, podem ser multados conforme o Código de Defesa do Consumidor.

Como denunciar ao Procon

Horários de atendimento por telefone

Manhã e tarde: segunda a sexta-feira (8h30min às 16h30min)

Atendimento

Contato pelo telefone (55) 3217-1286

Contato por WhatsApp: (55) 99178-3261

Contato pelo e-mail atendimento.proconsm@gmail.com

Plataforma digital

Utilização da plataforma online www.consumidor.gov.br

A reclamações, quando possível, serão realizadas, preferencialmente, na plataforma virtual consumidor.gov, que não exige atendimento presencial

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

OBSERVAÇÃO DO EDITOR: a prefeitura não divulgou os nomes dos supermercados.



1 comentário

  1. O Brando

    Decreto executivo 55 de quem? Sim, por que pode estar rolando um abuso de autoridade (não, não tem interesse local) na aldeia. Não é por causa da pandemia que as autoridades podem fazer o que der na veneta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *