VIROU MODA? Câmara recebe denúncia contra o Prefeito. Razão seria a “promoção de aglomerações”

VIROU MODA? Câmara recebe denúncia contra o Prefeito. Razão seria a “promoção de aglomerações”

VIROU MODA? Câmara recebe denúncia contra o Prefeito. Razão seria a “promoção de aglomerações” - 94fa3106-maiquel-denúncia

Denunciante diz que houve “aglomerações” em ato (foto) de entrega de escrituras. Casa Civil diz que todos os cuidados foram tomados

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Ariéli Ziegler/AIPM), da Equipe do Site

Uma nova denúncia contra o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) foi protocolada na Câmara de Vereadores de Santa Maria. A acusação alega o que tucano supostamente desrespeita decretos municipais e estaduais que determinam distanciamento social perante a pandemia da covid-19, promovendo aglomerações na cidade. O documento está sob análise da Procuradoria Jurídica da Casa.

O autor da denúncia é o guarda municipal Edson Pereira Bataglin. Ele alega que Pozzobom promoveu aglomerações no dia 6 de junho, quando a Prefeitura realizou a entrega da Concessão de Direito Real de Uso para moradores dos bairros Salgado Filho, Pinheiro Machado e Noal.

A entrega dos documentos ocorreu na Escola Estadual Paulo de Tarso, na Escola Ivanise de Jesus e no ginásio do Avenida Tênis Clube (ATC).

Bataglin reivindica o recebimento e processamento da denúncia, seguido da instalação de uma Comissão Processante que, caso comprove os fatos, pode desencadear até a cassação do prefeito.

Conforme o Site apurou, após o protocolo, a denúncia foi destinada à Presidência da Câmara e, logo depois, foi enviada à Diretoria Legislativa. No momento, encontra-se na Procuradoria Jurídica, onde é feita a análise dos requisitos. Se tudo estiver nos conformes, o próximo passo será a leitura em Plenário, no qual os vereadores decidem se aceitam ou não o recebimento.

Outro lado

O denunciante cita como prova das aglomerações fotos divulgadas em matéria no site da Prefeitura, no qual há inúmeros santa-marienses recebendo as escrituras. As mesmas imagens são utilizadas pelo chefe da Casa Civil, Guilherme Cortez, para salientar que não ocorreram aglomerações.

“Todos os cuidados foram tomados, conforme as próprias fotos mostram”, alega Cortez.

Nas 11 imagens divulgadas, todos utilizam máscaras, o prefeito cumprimenta um senhor com o cotovelo e, em uma mesa, há um frasco de álcool em gel. Além disso, algumas pessoas que aparecem sentadas estão em cadeiras posicionadas distantes entre si (AQUI).

A matéria citada na denúncia também informa que “a equipe da Secretaria Extraordinária de Habitação promoveu esquema diferenciado em função da pandemia de coronavírus para que fossem evitadas aglomerações”.

Comissão Processante

O prefeito já é alvo de uma investigação na Câmara de Vereadores, que aceitou denúncia do guarda municipal licenciado Luiz Carlos Gonçalves Brum. O denunciante alega que Pozzobom cometeu irregularidades na nomeação de cargos de chefia da Guarda Municipal.

Na segunda-feira (22), Pozzobom entregou sua defesa à Comissão Processante que investiga o caso (AQUI).



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *