Eleições 2020PartidosPolítica

ELEIÇÕES 2020. PROS não volta à Frente Trabalhista

Presidente Rodrigo Maroni diz que registrará queixa na Polícia se a Frente Trabalhista divulgar outra nota com a assinatura do PROS

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Divulgação), da Equipe do Site

O PROS não vai retornar à Frente Ampla, Democrática e Trabalhista que tentará eleger Marcelo Bisogno (PDT) prefeito de Santa Maria. Quem garante é o deputado estadual e presidente do PROS/RS, Rodrigo Maroni.

“Não estamos nesta aliança. Estamos sem comissão em Santa Maria”, afirma Maroni.

O presidente da sigla não gostou da nota divulgada pela Frente Trabalhista, na segunda-feira (24), que traz a assinatura do PROS (AQUI) entre os partidos já confirmados no grupo (PDT, PCdoB, PSB, Rede e PV).

“Se sair mais uma nota que eu não assine em Santa Maria, irei até a polícia registrar queixa. Isso não é honesto da parte de quem quer que seja”, disse Maroni.

O PROS foi o primeiro partido a anunciar o apoio à pré-candidatura de Bisogno ao Executivo, em 26 de janeiro, época em que era conduzido em Santa Maria por Moacir Alves (AQUI). Porém, em 8 de maio, o PROS, então administrado por Jéferson Nunes, saiu do grupo (AQUI) e, em 11 de maio, confirmou o embarque na frente pró-Sergio Cechin (PP).

Contudo, no dia seguinte, quando soube das ações da Executiva do PROS/SM, Maroni veio a público informar que desautorizava a entrada do partido na coligação de Cechin (AQUI). O clima interno ficou insustentável e, no mês seguinte, a Executiva Municipal inteira renunciou aos cargos (AQUI). Deste então, o partido não tem uma presença oficial em Santa Maria.

Fabiano Pereira (PSB), que será vice na chapa de Bisogno, buscou uma reaproximação com o PROS a fim de trazer a sigla de volta à Frente Trabalhista. Todavia, a nota divulgada na segunda-feira (24) parece ter fechado todas as portas do partido.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo