EducaçãoTecnologiaUFSM

INOVAÇÃO. Universidade Federal assina 12 projetos de Pesquisa e Desenvolvimento no primeiro semestre

Por LUANA GIAZZON (com imagem de Reprodução), da Assessoria de Comunicação da Agittec

No primeiro semestre deste ano, 12 projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) foram assinados na UFSM. Com financiamento de oito empresas de diferentes setores, a soma do investimento para o desenvolvimento dos projetos passa de R$ 13 milhões.

Quando comparado com todo o ano de 2019, quando foram captados pela UFSM mais de R$ 9,6 milhões, apenas neste primeiro semestre de 2020 esta captação de investimento em projetos de P&D representa um acréscimo de cerca de 36%.

A Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFSM (Agittec), por meio da Coordenadoria de Transferência de Tecnologia (CTT), é o setor responsável pela prospecção e negociação de parcerias para desenvolvimento conjunto de projetos de P&D entre a UFSM e os setores público e privados, e também pela gestão administrativa de processos destes projetos.

O setor também apoia juridicamente a elaboração e assinatura de contratos, realiza a análise formal, discussão contratual e o cumprimento de requisitos legais, e acordos relativos à inovação tecnológica.

A contadora Lauren Lorenzoni, explica que a Coordenadoria de Transferência de Tecnologia da UFSM está sendo cada vez mais demandada por diferentes empresas que buscam na instituição a cooperação técnico-científica para o desenvolvimento de projetos de P&D que atendam às suas necessidades em termos de produtos, processos e serviços. “Buscamos otimizar e potencializar essa prospecção de expertises internas, bem como, compreender as áreas onde há maior potencial inventivo dentro da universidade”, ressalta.

Para o coordenador da CTT, Ândiel Ortiz, o aumento dos projetos assinados e dos investimentos em P&D atinge as expectativas da coordenadoria, e contribui para a retomada do desenvolvimento econômico. “Temos uma missão estratégica em apoiar e facilitar a formalização de interações capazes de associar o conhecimento à aplicação em prol das demandas sociais e do desenvolvimento econômico. Os projetos de P&D são resultado dessa interação, e permitem aproximar alunos e pesquisadores da realidade e das demandas de empresas e da sociedade”, destaca.

O que são projetos de P&D? 

Os projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) são iniciativas que buscam ampliar, intensificar e fortalecer a cooperação técnico-científica e a transferência de tecnologia com foco nas relações universidade-empresa, além de proteger o conhecimento gerado pela comunidade universitária.

Segundo o coordenador da CTT, Ândiel Ortiz, as relações entre a academia e a indústria tiveram o primeiro grande marco ainda em 2004, com a criação da Lei de Inovação (Lei 10.973/04), e desde 2015 teve suas possibilidades ampliadas e regulamentadas, proporcionando segurança jurídica aos envolvidos, promovendo o profissionalismo e a institucionalização de projetos em parceria.

“Estes projetos estimulam a formação dos/das estudantes, garantindo qualificação profissional e experiência, possibilitando ótimas oportunidades aos alunos da UFSM para atuação no mercado de trabalho, especialmente em posições de alta relevância, bem como aplicação de pesquisas no ambiente da indústria”, ressalta…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. ‘Inovação’ é forçar muito o conceito. Quase tudo na área de energia elétrica (1 projeto da Copel, 4 da CEEE e 1 da CPFL). Chao bastante batido. Um na área de formação de recursos humanos e outro de análise financeira.
    Marketing, mal feito ainda por cima, não os salvará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo