DestaqueSanta Maria

BASTIDORES. Plano Diretor, cemitérios e um trio que pode decidir a próxima eleição da Mesa Diretora

Plano Diretor, que revisado há três anos, deverá ter novas alterações este ano

Audiência pública sobre o Plano Diretor de Santa Maria reuniu autoridades na quinta-feira, 16 (Foto Mateus Azevedo/Câmara)

Por Maiquel Rosauro

A campanha do vereador Tubias Calil (MDB) pela revisão do Plano Diretor ganhou força. A audiência pública, realizada na quarta-feira (15), mostrou o descontentamento de empreendedores com as regras vigentes e deverá acelerar as discussões por mudanças.

A última atualização do Plano Diretor ocorreu em 2018. Conforme o Estatuto da Cidade, a legislação precisa ser revista a cada dez anos, no máximo.

No início do mês, a Prefeitura instituiu um grupo técnico para avançar na revisão. Fazem parte da equipe o vice-prefeito Rodrigo Decimo (PSL) e secretários municipais.

O desafio da atualização do Plano Diretor será equilibrar interesses individuais com as necessidades do município.

Uma tendência, por exemplo, é a criação de grandes condomínios horizontais em regiões cada vez mais distantes da cidade, o que exige tornar áreas rurais em urbanas. Ao mesmo tempo em que geram novos “IPTUs”, tais empreendimentos situam-se em regiões sem escola, posto de saúde, esgoto, energia elétrica… o que resulta em um elevado gasto público.

Cemitérios

Os vereadores aprovaram, nesta quinta-feira (16), projeto de lei de Tony Oliveira (PSL) que obriga o Executivo a tornar público o processo de exumações nos cemitérios.

A proposta estabelece que a Prefeitura deverá publicar edital com o nome dos falecidos para que, em no máximo 30 dias, os familiares se manifestem sobre a exumação. Ao fim do prazo, se não houver manifestação de um possível acompanhamento por parte de um familiar, o Executivo poderá remover os restos mortais para outro local.

Para que se torne lei, a proposta agora precisa ser sancionada pelo prefeito. Confira na íntegra (AQUI).

Vereadores Luci Duartes (PDT), Adelar Vargas (MDB) e Valdir Oliveira (PT), na sessão plenária desta quinta-feira (16) (Foto Divulgação)

Unidos

Boa parte dos vereadores estava pilchado na sessão desta quinta. Um trio, em especial, demonstrou estar bem entrosado: Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), Adelar Vargas – Bolinha (MDB) e Valdir Oliveira (PT).

O petista é o favorito à presidência do Legislativo, em 2022. Para isso, ele precisa dos votos de Luci e Bolinha, que hoje fazem parte do grupo que controla o Parlamento. Para entender melhor os bastidores da futura eleição da Mesa Diretora, confira matéria que o Site publicou na segunda-feira (13) (AQUI).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Plano diretor que foi alterado com onibus cheio de funcionarios comparecendo a audiencias publicas.
    Trio Parada Dura, Azeitona, Bolão e Reco Reco. Bom é que já se sabe para quem Claudemir com P. já está fazendo campanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo