DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES 2022. Pré-candidato ao Governo do Estado, deputado petista faz roteiro por Santa Maria e região

Encontros na UFSM e na UFN abrem a agenda do pré-candidato Edegar Pretto

“Não há nação nem estado desenvolvidos sem valorização do conhecimento”, afirmou Pretto, na UFSM (foto Brayan Martin/Divulgação)

Por Leandro Molina / Da Assessoria de Imprensa do Deputado Edegar Pretto

Uma visita ao reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Burmann, abriu a agenda de compromissos do deputado Edegar Pretto, nesta quinta-feira (07), na Região Central do Estado.

Conforme o deputado, o objetivo desse roteiro é focar na questão da educação e mostrar a importância da universidade na vida das pessoas de todas as classes sociais. “Nossa proposta é de desenvolvimento regional e de valorizar todas as experiências que a universidade tem. Trabalhar a questão futura, o que sonhamos para o nosso país e o nosso estado. Essa nossa jornada faz parte da missão de percorrer o Rio Grande para buscar humildemente o direito de escutar e de ser escutado.”

Segundo o deputado, os cortes orçamentários que vêm sendo feitos pelo governo federal, afetam as instituições de ensino superior UFRGS, Unipampa, UFPEL, UFSM, o IFsul, IFFar, entre outras. Ao todo são 110 instituições de ensino vinculadas ao MEC, entre universidades e institutos, atingidas por esses cortes. “Não podemos mais permitir que nos tirem um legado construído com tanto esforço nos governos Lula e Dilma, que elevou o número de estudantes do ensino superior de 505 mil para 932 mil.”

Tecnologia e inovação na UFSM

Na visita ao Centro de Tecnologia da UFSM (CT), o deputado conheceu a produção de um carro elétrico, com energia renovável, além do primeiro carregador rápido para veículos elétricos do RS. O CT é referência em inovação e tecnologia para Energia Sustentável, assunto de primeira ordem mundial, para enfrentamento ao aquecimento global. “Aqui na nossa Universidade de Santa Maria nós podemos ver a importância de investir em pesquisa e técnicas inovadoras. É importante lembrar também que estamos falando de uma instituição pública federal, acessível aos nossos jovens das diversas classes sociais”, ressaltou o parlamentar. 

A professor Luciane  Canha, responsável pelo Laboratório Móvel do grupo de pesquisa do Centro de Excelência em Energia e Sistemas de Potência (CEESP), disse que os investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação, no país, são extremamente importantes. “Especialmente para as universidades, onde a gente gera conhecimento que chega diretamente à população. Pesquisas na área de desenvolvimento sustentável, de gerações renováveis precisam desse investimento, justamente para tentar fomentar mais a pesquisa e trazer a aproximação da universidade com a indústria, onde o conhecimento gerado aqui possa chegar às pessoas na forma de produtos.” 

Universidade Franciscana

Na Universidade Franciscana, Edegar Pretto foi recebido pela reitora, Irmã Irani Rupolo, e falou da sua origem de formação com as comunidades eclesiais. “Sei da luta que vocês fizeram para se tornarem universidade e estou aqui também para desejar parabéns. Na presidência  da Assembleia Legislativa, uma das nossas ações foi trabalhar contra os cortes nas universidades.” Falou também da importância de fortalecer a educação para aqueles que não têm acesso. “Esse é o nosso compromisso”, salientou.

Segundo a Irmã Irani, a universidade destina pelo menos 22% das vagas, anualmente, para bolsas de estudo. “São alunos que não estudariam se não tivessem essa oportunidade. São os mesmos alunos do ProUni. Esses jovens são transformados pela educação. A irmã falou ainda do avanço da instituição ao passar de centro universitário para universidade, conquista que teve o apoio do Governo Dilma, com Fernando Haddad no Ministério da Educação. “Progressivamente, alcançamos os critérios na qualidade do ensino.

“O importante é que essa construção aconteceu com diálogo interno com os professores, mas também com a sociedade e com as representações políticas. Nós não somos exclusivistas pela educação, porque sabemos que ela interfere e qualifica, na medida que se tem recursos, vontade política, saúde. Essas conexões são essenciais para melhorar a qualidade e vida”, finalizou.  

Acompanharam Edegar Pretto, o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), o presidente do PT de Santa Maria, Sidinei Cardoso, e o coordenador regional do PT, Paulo Conceição. A agenda faz parte da interiorização do movimento ‘Rio Grande e presente, para toda a sua gente’, liderado por Edegar Pretto, e que vai percorrer todas as regiões do estado. Pretto é o nome do PT como pré-candidato ao governo do RS nas eleições de 2022. Os diálogos do movimento na região Centro ocorrem até sábado, passando por Santa Maria, São Sepé, Ivorá e São Pedro do Sul. Nas agendas, o foco está em escuta e conversas sobre temas de desenvolvimento regional, educação, tecnologia, visita à Feicoop e encontros com prefeitos, empresários e juventude.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Este daí foi para o sacrificio ou é boneco para negociar um lugar de vice em outra chapa. Interessante. UFSM ganha um carro eletrico. Ganho postos de reabastecimento de carros eletricos. E o povo que pesquisa a area não é nem citado. Trata-se do Instituto de Redes Inteligentes que até curso ministrou na área. Existe um forte aroma de ‘narrativa’ e ‘lacração feminista’ no ar. E, claro, má fé e/ou incompetência jornalistica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo