Artigos

Hospital Regional e Casa de Saúde: avanços importantes na Saúde – por Jorge Pozzobom

O articulista e os anúncios de novos atendimentos em dois hospitais públicos

Prefeito Jorge Pozzobom participou do anúncio da nova especialidade no Hospital Regional de Santa Maria junto da secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, e do governador do Estado Ranolfo Vieira Júnior (Foto Ariéli Ziegler/Prefeitura)

Felizmente, estamos vivenciando dias de boas notícias em vários setores no que diz respeito a projetos e iniciativas no setor público. É claro, sem ignorar os problemas, as dificuldades e as situações que precisam ser destravadas, mas, especialmente neste momento, prefiro focar no que está dando certo. E vou falar sobre Saúde, porque, assim como Educação, é tema tratado com prioridade em minha gestão.

A pandemia de Covid-19 gerou atrasos de toda ordem, é verdade. Mas, aos poucos, estamos “correndo atrás desse prejuízo” que impactou a todos nós. Além das vidas perdidas para o coronavírus, resultado mais grave e triste da crise pela qual passamos, fomos diretamente atingidos pela interrupção de nossos projetos e ações. Por isso, é extremamente importante celebrar as nossas conquistas.

Trago dois exemplos recentes de avanços importantes nessa área, mesmo que eles não façam parte do que chamamos de Atenção Básica da Saúde, que compreende os serviços que são de competência do município. Falo sobre os anúncios dos novos atendimentos no Hospital Regional de Santa Maria e no Hospital Casa de Saúde.

Junto do governador Ranolfo Vieira Júnior e da secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, anunciamos, com grande satisfação, o início de uma nova especialidade no Hospital Regional: neurologia e neurocirurgia. São procedimentos de média complexidade que farão uma grande diferença na vida de milhares de pessoas que aguardam na fila por atendimento nessa especialidade no Estado.

A nova especialidade, que tem regulação feita pelo governo do Estado, teve início no Regional um dia depois do anúncio, em 27 de julho. Importante destacar que, na mesma oportunidade desse anúncio, também já assinamos o documento de solicitação de atendimentos no Hospital Regional em alta complexidade junto ao Ministério da Saúde, visto que esse tipo de atendimento depende de financiamentos do governo federal.

Quando falo sobre o Hospital Regional, sempre gosto de lembrar que o otimismo sempre vence o pessimismo. Porque, ao longo do caminho, muitas pessoas foram pessimistas em relação ao nosso Regional e lutaram contra. Mas estamos evoluindo e ampliando cada vez mais os atendimentos. Graças ao Regional e a todos os profissionais desse hospital, 1.975 vidas foram salvas somente na batalha contra a Covid-19. Agora, muitas outras vidas serão salvas a partir dos atendimentos de neurologia e neurocirurgia.

E faço minhas as palavras desta guerreira que é a secretária Arita: “Toda vez que somos cobrados de que o Regional não está em pleno funcionamento, eu digo que ele nunca estará, porque sempre há algo a evoluir e a buscar em prol do melhor para a Saúde da população gaúcha”.

Já na Casa de Saúde, hospital em que nasci e pelo qual tenho imenso carinho por tudo o que ele representa para os santa-marienses, a reabertura da Unidade de Internação em Saúde Mental Madre Madalena significa um alento para quem precisa de leitos para tratamento psiquiátrico nos 33 municípios sob responsabilidade da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ª CRS).

Esse setor da Casa de Saúde foi todo reformado e equipado para absorver uma demanda que é grande na região. E, sobre isso, faço um agradecimento especial ao nosso secretário municipal de Saúde e presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS), Guilherme Ribas, por toda a energia e a persistência empregadas em conjunto com outros gestores e instâncias da Saúde para tirar do papel essa unidade que disponibiliza, desde este 1º de agosto, 25 leitos psiquiátricos para pacientes da região.

Estou me referindo a conquistas e avanços importantes em atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). São iniciativas que, de projetos desacreditados na avaliação de muitas pessoas, viraram realidade. Reconheço que temos muito ainda a fazer na área da Saúde. Os gargalos não são poucos. Mas, especialmente agora, quero celebrar mais essas conquistas. Porque são elas que nos impulsionam a perseguir dias melhores. Sempre!

(*) Jorge Pozzobom é o Prefeito Municipal de Santa Maria. Sua trajetória como agente político começou com dois mandatos de vereador, tendo depois se alçado, pelo voto popular, à Assembleia Legislativa. Em meio ao segundo período, em 2016, foi eleito para conduzir o Executivo santa-mariense. Em novembro de 2020 foi reeleito para um novo mandato. Ele escreve no site às terças-feiras. 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo