AssembleiaJudiciárioPartidos

FLASH. Governo do Estado pode perder, a qualquer momento, um deputado

Sperotto: se ordem judicial for acatada, governo perde deputado
Sperotto: se ordem judicial for acatada, governo perde deputado

Dentro de alguns minutos deve acontecer reunião da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa gaúcha. O assunto: a substituição de José Sperotto, do DEM, por determinação da Justiça Eleitoral. Confira a nota distribuída pela Agência de Notícias do parlamento gaúcho:

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa realiza reunião extraordinária nesta quarta-feira (14), às 18 horas, para tratar da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que suspende liminarmente o mandato do deputado José Sperotto devido a troca de partido e determina a posse do suplente. O Poder Legislativo foi comunicado esta tarde da decisão tomada pelo desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, do TRE,  atendendo um pedido do Partido Democratas requerendo a vaga do partido.

O deputado José Sperotto foi eleito pelo DEM e neste mês de outubro deixou o partido e ingressou no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Pelo regimento da Assembleia Legislativa, nos casos de perda de mandato, a Mesa Diretora tem 48 horas para realizar a convocação do suplente para que tome posse durante sessão plenária.
Com a decisão do TRE, a Bancada do DEM na Assembleia volta a ter três integrantes. Paulo Borges e Marquinho Lang são os atuais.”

EM TEMPO: se os dirigentes da AL acatarem e cumprirem imediatamente a ordem judicial, a bancada governista perde um de seus mais ardorosos defensores. Não chega a ser matematicamente significativo, porém. A oposição continuará bastante minoritária no Legislativo.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Quem é o suplente que assume? (NOTA DO EDITOR: ninguém sabe, Eros. O primeiro suplente é Reginaldo Pujol, vereador do DEM em Porto Alegre. Que não correria o risco de assumir e perder o mandato de edil na capital. Então, melhor esperar pra ver)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo