ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. Simon intima, mas Schirmer refuga. Ao menos por enquanto

Em 2008, Simon veio para a campanha dele. Agora, quer que Schirmer lidere

É verdade que faltam duas semanas. Também é verdade que o prefeito ainda não decidiu – e há até quem aposte que acabará cumprindo a intimação. Mas o fato objetivo é que, até agora, Cezar Schirmer ainda não assumiu o que, faz dez dias, Pedro Simon lhe exigiu. – em reunião com a presença de um punhado de graúdos do PMDB gaúcho e a maior parte do diretório estadual,

O comandante do peemedebismo gaúcho cobrou, com veemência, maior participação dos prefeitos das cidades mais importantes governadas pelo partido – Caxias do Sul (José Ivo Sartori) e Santa Maria – se insiram mais fortemente na campanha majoritária. Especialmente na de José Fogaça, candidato ao Palácio Piratini.

No caso de Sartori, chegou a pedir que se licenciasse. Quanto à Schirmer, desse mesmo pedido o colunista não obteve confirmação definitiva, mas a idéia de Simon é que o prefeito da boca do monte coordene efetivamente a campanha de Fogaça e Germano Rigotto (ao Senado).

E apelou, para além dos argumentos objetivos (como a dificuldade momentânea da candidatura, acossada por Yeda Crusius, do PSDB), à emoção: “você não pode perder a eleição em Santa Maria, que afinal é a terra de Tarso” (Genro), do PT. Aparentemente, Schirmer não se comoveu. Ainda.

Opinião claudemiriana: a questão toda é que, como parece ser sina gaúcha, por aqui qualquer eleição é apertada. Essa não é diferente. Daí porque a emoção é componente vital, inclusive soterrando a racionalidade. Afinal, pergunta-se: como poderia Schirmer licenciar-se, à esta altura do jogo? E mais? Como entregar a prefeitura ao vice José Farret que, por mais parceiro que seja, defende candidatura adversária, no caso a da tucana Yeda. Imagina-se que Simon não se deu conta disso. É a tal de emoção, que põe o bestunto a escanteio.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo