PartidosPolítica

É A POLÍTICA. Articulações “de cima” fariam Marion Mortari (PSD) percorrer o caminho de volta ao PP

A coisa está ainda embrionária. Mas é real. O Partido Social Democrático, liderado nacionalmente pelo ainda prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, está louquinho para aderir formalmente ao governo de Dilma Rousseff (PT).

Facilitaria bastante se virasse o terceiro principal partido com representação na Câmara dos Deputados. Isso seria realidade se o PSD se fundisse com o Partido Progressista (PP), que, afinal, é próximo ideologicamente – e, melhor, já até faz parte da base de apoio a Dilma.

É essa a razão por que a articulação já começou. Se vai dar certo, é outra coisa. Mas, concretizada, teria pelo menos uma repercussão local. Originário do PP, Marion Mortari voltaria ao convívio com seus ex-companheiros, ele que liderou a criação local do PSD.

Ouvido por este editor, o presidente local do PP, Erony Paniz, ainda que sem maiores informações, não se mostrou indisposto com a possibilidade – exatamente pela identidade ideológica. Nem tampouco se mostrou desgostoso (ao contrário) com a possibilidade do retorno de Mortari.

Ah, de onde o sítio tirou essa história? O texto abaixo foi publicado na coluna política da versão online do jornal O Estado de São Paulo. Você confere, e conclua por sua própria conta. A seguir:

Para ingressar na base de apoio ao Governo Dilma com um cacife ainda maior, depois do segundo turno, o prefeito Gilberto Kassab andou tratando com o deputado Paulo Maluf de uma fusão entre o seu PSD e o PP. Na prática, seria uma incorporação, e ela poderia fazer do partido de Kassab o terceiro da Cãmara, maior que o PSDB , menor apenas que o PMDB e o PT.

Mas o prefeito falou com a pessoa errada. O presidente nacional do PP, com ascendência sobre os diretórios estaduais, é o senador Francisco Dornelles. À coluna, ele disse: “Não fui procurado e não me fizeram qualquer proposta neste sentido. Mas o PP, sendo o quarto maior partido em número de vereadores e o quinto em número de prefeituras, não está no mercado de fusões e incorporações”.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo