Artigos

Céu de brigadeiro para a Azul – por Carlos Costabeber

Na última 6ª feira fui até o nosso aeroporto, para levar dois amigos que vieram me visitar. Confesso que levei um susto, ao ver o pátio lotado de veículos. Havia uns 70/80 carros estacionados, e um movimento impressionante de pessoas carregando seus pertences.

Que visão maravilhosa!!!!!!!!!!!

Confesso que acompanho a história da aviação comercial em Santa Maria desde os anos 60, quando participei de um vôo panorâmico sobre a cidade, a bordo do saudoso DC-3 da Varig.

Já nos anos de 1971/72, como estudava na Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, viajei muito nos confortáveis Avro (também da Varig), que faziam a rota SM/POA/Navegantes/SP.

Sucedendo a Varig veio a sua subsidiária RioSul, que utilizando uma aeronave Brasília fazia a rota SM/Chapecó/SP.

Com o fim da Varig/RioSul, tivemos um período em que a TAM operou no trecho SM/POA, com o monomotor Caravan.

Com a desistência da TAM, ficamos sem ligação com a Capital por um tempo, até que a nossa Planalto decidiu criar uma empresa aérea, a NHT – que foi recentemente vendida para os catarinenses da Brava.

Quem lê essa breve história da aviação civil observa os altos-e-baixos desse serviço fundamental para Santa Maria. Apesar da importância da cidade, e por possuir a maior pista da região Sul do Brasil, foram várias as tentativas de manter uma linha área para Porto Alegre e o restante do país.

Mas agora, com a chegada da AZUL, fiquei realmente entusiasmado. É que a Azul “é do ramo”, tem um modelo de gestão moderno, e sabe “fazer as contas”; e o dono, um jovem americano nascido no Brasil, tem lá nos States uma companhia de sucesso, a Jet Blue.

Por fim, as perspectivas estão sendo superadas a cada dia, com incríveis índices de lotação de 90%.

Se a politica de preços da Azul continuar nessa coerência, logo logo teremos um vôo entre Santa Maria e São Paulo – podem crer.

Santa Maria e toda a região agradecem por essa oportunidade! A ligação aérea da cidade com o Brasil, é questão prioritária para o nosso desenvolvimento.

 

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Hoje comprei uma passagem de ida e volta para o dia 6 e 13 de janeiro, fiquei contente ao ver que 6 passagens já estavam vendidas, isto para uma data daqui 2 meses e meio.
    O melhor é que a Azul é a melhor companhia nacional do ramo.
    Temos que prestigiar, com os preços acessíveis, será um sucesso.
    Até porque cerca de 70% dos passageiros da planalto desembarcavam no Salgado Filho, sem contar os carros particulares.

    Assim, logo teremos um voo para SP, pela Azul.

  2. Sábado passado estava feliz por poder fazer o trecho até Porto Alegre via aérea, mas um ciclone abortou os planos de todos que estavam no aeroporto. Fomos de ônibus, contratado pela Azul, sem maiores riscos.
    O que me surpreendeu foi a incompreensão de diversas pessoas que solicitavam a declaração de que o vôo havia sido cancelado, a fim de processar a companhia.
    Deveria haver mais compreensão e menos pressão por parte dos passageiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo