Destaque

SEGURANÇA. Polícia e Ministério Público prendem Delegado e um comissário, na operação ‘Financiador’

Omar Abud (e também um comissário) foi preso na manhã de hoje, na operação “Financiador”, trabalho conjunto da polícia e do MP

Foi a notícia que surpreendeu, na manhã desta terça-feira. Afinal, não é todo dia (diga-se, é raro, pelo menos com destaque) que um delegado, e daqueles bem conhecidos, é preso. Quem e por quê? acompanhe no material assinado por Eduardo Paganella, da Rádio Guaíba, e publicado originalmente no portal do Correio do Povo. A foto é de reprodução do Feicebuqui. A seguir:

“…Um delegado e um comissário de polícia aposentado foram presos em operação deflagrada na manhã desta terça-feira pelo Ministério Público e pela Polícia Civil. A ofensiva, chamada de Financiador, investiga crimes de lavagem de dinheiro, quebra de sigilo funcional e organização criminosa no Rio Grande do Sul.

De acordo com as investigações, por meio de conta corrente de terceiros e de empresas de fachada, o delegado Omar Abud e o comissário Luiz Armindo de Mello Gonçalves teriam financiado grupos criminosos que praticavam roubos de carga, receptação e estelionatos. Em contrapartida, os investigados teriam recebido parte dos lucros da atividade criminosa. Foi apurada a lavagem de R$ 1,1 milhão. 

As investigações foram iniciadas em novembro de 2016 e são um desdobramento do caso em que o Ministério Público denunciou integrantes de uma organização criminosa que praticava lavagem de dinheiro em um supermercado de Alvorada.

Mais três pessoas são investigadas e será imposta fiança para responderem em liberdade. A ação do Ministério Público e da Polícia Civil apreendeu quatro veículos de luxo e sequestrou apartamentos dos investigados em Porto Alegre, Capão da Canoa e Xangri-Lá.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo