JornalismoMemóriaMídia

MÍDIA. Há exatamente três anos, “A Razão” deixava de circular. Com ele, se foi parte da memória da cidade

Há exatamente três anos, a cidade lia a última edição do jornal A Razão, nascido em 9 de outubro de 1934 e que deixou de circular em 25 de fevereiro de 2017. Na noite da véspera, este site dava a notícia, com uma dor no coração (afinal, a maior parte da vida profissional do editor se passou dentro daquela redação).

Naquele 25, um sábado, outras duas notas foram publicadas, inclusive com a capa (na imagem ao lado) da última edição. A seguir, você rememora a nota que informava do fim da publicação e, lá embaixo, linques para as outras duas notas. Confira:

“Confirma-se, enfim, a boataria que tomava conta dos meios midiáticos e jornalísticos. Circula amanhã a edição número 114, do ano 83. E será a última do jornal A Razão. Setores do jornal foram comunicados aos pouquinhos, nesta sexta-feira. Mas o anúncio oficial aconteceu há instantes, em reunião com os funcionários, na redação. Foi feito pelos atuais dirigentes máximos, os irmãos Alexandre e Renata de Grandi, com o advogado Daniel Tonetto.

Não se sabe exatamente como será a liquidação da empresa, a ser feita judicialmente. Mas o fato é que dezenas de empregos serão ceifados e uma parte importante da história de Santa Maria e do jornalismo local e regional se perderão.

A Razão começou a circular, e o fez ininterruptamente até agora, em 9 de outubro de 1934, fundado por Clarimundo Flores. Mais adiante passou a fazer parte do condomínio dos Diários Associados, que o vendeu aos irmãos Luizinho e Celito de Grandi e à esposa do primeiro, Zaira.

Com a morte de Luizinho e o afastamento de Celito, Zaira assumiu o comando da empresa em 1988. Falecida no ano passado, aparentemente, o jornal, que já vinha cambaleante, não encontrou mais forças para resistir. Nos últimos tempos, seu dirigente máximo era o jornalista Alexandre de Grandi, filho de Zaira.

PS. Taí uma notícia que este editor não gostaria de dar. Afinal, dos seus 34 anos de vida profissional, 30 se passaram, de alguma maneira, dentro ou nas proximidades da redação de A Razão. E, como todos os seus amigos, está triste. O jornalismo está de luto, pode estar certo, caro leitor.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

LEIA TAMBÉM, NO ORIGINAL:

MÍDIA. Fechamento do jornal A Razão é creditado à crise, em editorial publicado na capa. Confira a íntegra” (AQUI)

MIDIA. Confira a capa da última edição de A Razão” (AQUI)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo