CÂMARA. Edis votam mais um projeto com o parecer técnico apontando inconstitucionalidade. Saiba qual!

PARTIDOS. PSB decide abrir processo de expulsão do vereador Alemão do Gás e de sua chefe de gabinete

Por Maiquel Rosauro

PARTIDOS. PSB decide abrir processo de expulsão do vereador Alemão do Gás e de sua chefe de gabinete - Adriana-e-Alemão

Adriana Vargas e Alemão do Gás, em foto datada de 20 de novembro de 2019. PSB prepara expulsão de ambos da sigla. Foto Facebook / Reprodução

O PSB de Santa Maria vai expulsar de seu quadro o vereador Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás (PSB) e sua chefe de gabinete, Adriana Vargas. A decisão foi tomada por membros da Executiva Municipal do partido em reunião realizada na noite de sexta-feira (14), no Plenarinho da Câmara de Vereadores.

O motivo da expulsão é o fato de que ambos são filiados, mas não contribuem financeiramente com a legenda e sequer participam das atividades do partido.

“Por exercer cargo de chefe de gabinete e o vereador ter sido eleito pelo partido, ambos têm que cumprir com o estatuto”, afirma uma fonte do Site presente na reunião.

Contudo, a gota d’água para a abertura do processo de expulsão foi a nota que o vereador encaminhou ao Site, na terça-feira (11), em que faz duras críticas ao presidente municipal da sigla, Fabiano Pereira, e ao próprio partido.

“Quando me elegi, não tive ajuda nenhuma, “me elegi com minhas próprias mãos”. Minha responsabilidade como parlamentar é com a comunidade santa-mariense. Estou diariamente dialogando com a comunidade e trabalhando em favor dela. Não sou um político que aparece de 4 em 4 anos para concorrer a cargo político em Santa Maria. Estou e sempre estive ao lado do povo da minha cidade”, informava trecho da nota.

Por falta de quórum mínimo na reunião dessa sexta, os membros da Executiva presentes decidiram elaborar um documento que será encaminhado à Comissão de Ética do partido na segunda-feira (17). Além de registar os motivos da expulsão, o informe questionará uma possível falta de decoro do vereador em relação à nota enviada à imprensa.

Conforme o Site apurou junto a lideranças socialistas, o vereador não possui votos suficientes na Executiva para impedir sua expulsão.

 

O que deve acontecer?

Tendo em vista a iminente expulsão, Alemão do Gás deverá perder alguns poderes no Legislativo, como, por exemplo, o Espaço de Liderança para uso da Tribuna durante as sessões plenárias; o voto de liderança de bancada; e também a indicação do partido em comissões da Casa.

A expulsão por si só não dá margem para a perda de mandato do vereador. Porém, se o PSB conseguir enquadrar Alemão em alguma previsão estatuária que caracterize infidelidade partidária, poderá ser aberta uma brecha para o partido pedir sua cadeira no Parlamento.

 

Janela partidária

Também vale lembrar que entre os dias 5 de março a 3 de abril estará aberta a janela partidária, prazo que permitirá aos vereadores trocarem de partido sem perder o mandato para concorrerem tanto ao Legislativo quanto ao Executivo. É praticamente certo que Alemão deverá fazer uso da ferramenta.



2 comentários

  1. NEIMAR IOP

    Ta virando novela mexicana. Daqui a pouco incluem uma música e legendas de choro.
    Por favor, o Vereador deixou claro que não pede pra sair pois não quer perder o mandato. E pelo jeito o PSB quer mesmo se livrar dele. Então ta resolvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *