DestaqueJornalismo

RETROSPECTIVA 2020. Demissões na mídia do RS, inclusive uma “a pedido” – 4º nota mais lida do ano

Depois do Grupo RBS, era a Bandeirantes/RS que promovia um “passaralho”

Um “passaralho” (jargão para várias demissões ao mesmo tempo, nos veículos de mídia) já havia passado pelo Grupo RBS, mais para o início da pandemia. Agora, em agosto, a vez era da operação gaúcha da Bandeirantes. O fato foi noticiado em 4 daquele mês e trazia até um “contrabando”: reconhecida profissional da RBS (com atuação em rádio, TV, jornal e internet) tomou a iniciativa de se mandar, em busca de outra posição no mercado. O fato é que essa questão toda acabou se transformando na 4ª nota mais acessada no site em 2020. Os detalhes? Releia a seguir:

JORNALISMO. Demissões na Band e na RBS. Nesta, iniciativa foi da profissional. No caso, Carolina Bahia

O mercado de trabalho dos jornalistas gaúchos tem duas novas informações que impactaram o setor nesta segunda-feira. Numa delas, num movimento que tem sido habitual nos últimos meses, o desligamento de pelo menos 12 profissionais na Band. Noutro, e até certo ponto diferente e inusitado, a saída da RBS de uma de suas mais reconhecidas vozes e texto. No caso, Carolina Bahia. Que sai por vontade própria e leva a algumas mudanças internas no grupo.

Para saber mais sobre uma e outra informações, confira os dois textos publicados originalmente no portal especializado Coletiva.Net. A foto é de Divulgação/RBS. Acompanhe:

Profissionais são desligados do Jornalismo e de outros setores na Band RS

A Band RS demitiu ao menos 12 profissionais nesta semana, conforme apurado por Coletiva.net, até o momento. Entre eles, está o jornalista Marcelo Salzano, que atuava havia 6 anos e meio na emissora. O profissional, que fazia reportagens para a rádio e a TV, além de apresentar o programa ‘Bandeirantes Futebol Clube’, afirmou que a justificativa foi a crise. “O Meneghetti [diretor da Band RS] alegou questões financeiras. Mas deixou as portas abertas para eu voltar no futuro”, contou Salzano ao portal e completou: “Estou bem tranquilo e saio com a certeza de dever cumprido”.

O produtor Antonio Carlos De Marchi, após quase três anos na emissora, foi outro dos colaboradores a terem seu contrato encerrado. De Marchi teve passagem pela direção dos programas de entretenimento, que, conforme ele, estão sendo terceirizados desde o início do ano, motivo pelo qual estava, atualmente, realocado na produção de rede. “Por parte da empresa, já era esperado [o desligamento], pois, há muito tempo, havia pessoas acumulando funções e tarefas. Vai enxugando, né? Principalmente com base em salários. Foi ficando quem tem piso de radialista”, observa o profissional…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo