DestaqueJornalismo

AUDIÊNCIA. Site bate recorde histórico, com mais de 42 mil leitores por mês em 2020. No total, 506,7 mil

E 2021 inicia na mesma balada, com mais de 29 mil leitores únicos em janeiro

2020 foi um ano de audiência excepcional. Mais de 500 mil leitores diferentes, ou quase 40% em relação a 2020 (no destaque, à direita)

Atrasado. Mas ainda em tempo. Juntamente com os números de janeiro, enfim chegou o relatório de audiência do site, medido pelo Google Analytics, relativo a todo 2020. E, definitivamente, talvez (algo a ser ainda estudado) por conta da pandemia, o crescimento do leitorado deste espaço ampliou-se exponencialmente, na comparação com o ano anterior, 2019.

Sim, como você vê na imagem acima, foram, ano passado, nada menos que 506.769 leitores diferentes espalhados ao longo dos 12 meses. O que dá uma média mensal de 42.230 leitores únicos. Isso significou, em relação ao ano anterior, um acréscimo de de 39,5% na audiência, que em 2019 foi de 295.074 leitores totais (24.589/mês).

Isso, no entender do diretor da CP & S Comunicações, e editor do www.claudemirpereira.com.br, domínio do qual a empresa é proprietária, se deve ao trabalho contínuo da equipe do site, o que inclui inclusive seus importantes e destacados articulistas, e, claro, à parceria com os anunciantes que veem neste espaço algo adequado ao seu produto ou serviço.

O editor reconhece as dificuldades, mas anuncia que novidades devem ser incorporadas, acompanhadas do trabalho contínuo para aprimorar esse espaço, de maneira a, pelo menos, manter o conquistado em 2020, nesse duro 2021 já em curso.

JANEIRO

E 2021 já começou bem, do ponto de vista estatístico. Mês (juntamente com fevereiro) naturalmente retraído em audiência, ainda assim, neste ano, nova surpresa. Foram (veja na imagem acima), exatos 29.335 leitores diferentes ao longo de janeiro. Isso significou, em relação aos 25.984 que ACESSARAM o site no mesmo mês, em 2020, crescimento de 13%.

Uma curiosidade histórica: a nota mais lida do mês passado foi um artigo. No caso “Povo que não tem virtude acaba por ser escravo”, do deputado Giuseppe Riesgo, colaborador semanal do site. O texto foi publicado na madrugada do dia 7 de janeiro. Para reler, clique AQUI.

Alias, a polêmica em torno da leta do hino rio-grandense foi responsável, também, pela segundo nota mais acessada de janeiro. Trata-se do texto assinado por Maiquel Rosauro, publicado na madrugada do dia 4: “ESTADO. Hino do Rio Grande do Sul tem trecho racista? Veja o que diz vereadora suplente de SM” (clique AQUI, para reler)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo