ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. Intruso que é, por que Pozzobom se anunciaria candidato?

Por pouco o colunista não usou a expressão “outsider”. Se controlou e foi para o português mesmo. É isso aí, intruso. É o que Jorge Pozzobom, do PSDB,  quase foi em 2008. Com medo da acusação de que impediria a vitória de Cezar Schirmer, recuou, aderiu, fez campanha e foi fundamental (junto com José Farret) para que o peemedebista virasse prefeito.

Passado um tempo, se deu conta em tempo que os planos para ele eram outros. E o levariam à derrota eleitoral em 2010 e, com isso, à aposentadoria precoce. Resultado: apesar da polidez das relações, afinal é deputado estadual, os então aliados não bebem o mesmo vinho. Agora, é momento de se colocar à disposição da cidade. Para, em 2012, e só em 2012, dar o bote rumo ao Centro Administrativo. Ou não. Nesse caso, o preço político bastante elevado.

Resumo da ópera: Jorge Pozzobom adoraria ser prefeito. E pretende ser. Pode ser em 2012. Ou não. Essa dúvida é sua arma. Bem diferente de três anos atrás.

Como intruso, não confirma. E não desmente. Haverá muita gente nervosa até maio/junho do próximo ano. Inclusive porque sabe do estilo Pozzobom de fazer campanha. É arrasador. E nem é tão caro, como se viu faz meia dúzia de meses.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Pozzobon precisa concorrer para poder se consolidar como Deputado. Ele precisa ganhar visibilidade. Precisa que o seu partido ocupe espaços no município. Infelizmente, o PSDB, assim como o PMDB de Santa Maria são partidos de uma pessoa só Pozzobon e Schirmer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo