TRÂNSITO. Obra na Rua Riachuelo vai provocar mudanças no trânsito da cidade a partir de quarta (14)

TRÂNSITO. Obra na Rua Riachuelo vai provocar mudanças no trânsito da cidade a partir de quarta (14)

TRÂNSITO. Obra na Rua Riachuelo vai provocar mudanças no trânsito da cidade a partir de quarta (14) - transito-rua-riachuelo

Prefeitura assina ordem de serviço para drenagem pluvial e recuperação asfáltica na via no dia. João Alves / Prefeitura de Santa Maria

Por João Pedro Lamas / Prefeitura de Santa Maria

A Prefeitura de Santa Maria começa, na próxima quarta-feira (14), às 9h, a obra de drenagem pluvial e recuperação asfáltica na Rua Riachuelo, no Centro. A assinatura da ordem de serviço será no mesmo dia. Com essa intervenção, o Executivo Municipal passa a dar solução à origem de muitos alagamentos, um dos principais problemas de infraestrutura na cidade. Além da Riachuelo, a intervenção vai afetar outras vias importantes do Centro da cidade.

A obra será dividida em três etapas, com duração prevista para 90 dias, e causará mudanças no trânsito de toda a região, com desvio de linhas de ônibus e desativação de uma parada para transporte coletivo.

O prefeito Jorge Pozzobom destaca que um problema histórico de Santa Maria começa a ser solucionado por meio de estratégias que irão resolver a questão de forma definitiva.

“Sabemos o transtorno que esta intervenção na Rua Riachuelo irá causar aos santa-marienses, principalmente sobre a mobilidade. Mas, podemos garantir que estamos trabalhando com seriedade e responsabilidade para dar uma solução definitiva a todas as questões daquela área”, ressaltou o chefe do Executivo Municipal.

A primeira etapa do serviço tem previsão de duração de até 30 dias, mas o cronograma das obras poderá sofrer alterações em função das condições climáticas. De acordo com o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Francisco Severo, serão realizados serviços de troca da tubulação pluvial e de construção de bocas de lobo para melhorar a captação das águas pluviais da área.

O secretário explica que, no primeiro momento, a intervenção será nas ruas Riachuelo, entre Tuiuti e Ângelo Uglione, e Ângelo Uglione, entre o antigo Cine Glória e o Hotel Morotin. A segunda etapa da obra terá intervenções nas ruas Tuiuti e Astrogildo de Azevedo, entre as ruas do Acampamento e Riachuelo. Por fim, a terceira etapa ocorrerá no cruzamento entre as ruas Riachuelo e Pinheiro Machado.

Severo comenta que os serviços são necessários uma vez que a via já apresenta irregularidades no piso e alagamentos devido à falta de drenagem da água da chuva.

“Os usuários das vias já sentem as irregularidades dos pavimentos, que trazem desconforto. Também há os casos de alagamentos que invadem as calçadas, em especial nos dias de chuva”, observou o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos.

Para garantir melhor trafegabilidade e segurança da população
O secretário de Mobilidade Urbana, Orion Ponsi, destaca que a obra na Rua Riachuelo vai exigir mudanças significativas no tráfego, especialmente no transporte coletivo, e deverá interferir na rotina dos santa-marienses, visto que mais de 90% das linhas de ônibus da cidade circulam pela Rua Riachuelo diariamente. Segundo Ponsi, as alterações vão ocorrer conforme a evolução da obra, que terá necessidade de diferentes interrupções e bloqueios do fluxo de veículos em cada fase do serviço. Também podem ocorrer intervenções não programadas em virtude do surgimento de necessidades decorrentes do trabalho em execução.

“Solicitamos a compreensão dos usuários, pois as alterações na mobilidade têm como objetivo garantir a melhor trafegabilidade e a segurança da população. Também pedimos que, durante a obra, os condutores evitem circular tanto pela Rua Riachuelo quanto pela Rua Benjamin Constant. Isso porque a Rua Benjamin Constant será utilizada, preferencialmente, pelo transporte coletivo”, ressaltou o secretário de Mobilidade Urbana.

Interdições e mudanças de rotas

TRÂNSITO. Obra na Rua Riachuelo vai provocar mudanças no trânsito da cidade a partir de quarta (14) - Riachuelo-Trânsito-durante-obras

Situação do trânsito, na região, a partir de quarta-feira. Foto Divulgação

Na primeira etapa da obra, a partir da próxima quarta-feira, dia 14, haverá interdição total da Rua Riachuelo, no trecho entre as ruas Tuiuti e Ângelo Uglione.

Os ônibus que transitarem pela Rua General Neto em direção à Rua Riachuelo terão o tráfego desviado para a seguinte rota: Riachuelo, Pinheiro Machado, Benjamin Constant, Venâncio Aires e André Marques. Para facilitar o trânsito do transporte coletivo, o estacionamento na Rua Benjamin Constant, entre as ruas Pinheiro Machado e Venâncio Aires, será proibido (no sentido Bairro-Centro). Além disso, será posicionado um conjunto semafórico para controlar o trânsito de quem transita pela Venâncio Aires no sentido Bairro-Centro, além do que já existe para quem trafega pela rua no sentido Centro-Bairro. Agentes de trânsito estarão no local para orientar o fluxo de veículos.

Os demais veículos que seguem pela Riachuelo poderão transitar até a Rua Tuiuti, e dobrar à esquerda, seguindo em direção à Rua do Acampamento.

Para amenizar congestionamentos, a Rua Venâncio Aires passará a ter sentido único da Rua Benjamin Constant até a Rua André Marques. Já os motoristas que estiverem dirigindo pela Rua Venâncio Aires, a partir da Avenida Rio Branco, terão de acessar a Rua André Marques, dobrando à esquerda. Não será mais possível ir até a Rua Doutor Pantaleão. Além disso, o trânsito na Doutor Pantaleão vai passar a ter sentido único até a Rua Henrique Dias, a partir da Venâncio Aires.

Ao longo de toda a rota haverá agentes de trânsito para orientar o tráfego.

Mudança em parada de ônibus
A mudança de percurso do transporte coletivo acarretará a transferência da parada de desembarque localizada na Rua Riachuelo, junto ao prédio da Receita Federal, para a Rua André Marques, próximo ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em parada já existente no local.

Trajeto das linhas de ônibus
As linhas de ônibus que circulam na Rua Riachuelo no sentido Bairro-Centro sofrerão alterações de percurso ao longo das três etapas da obra. Durante a primeira fase da obra, o desvio de rota será comum a todos os coletivos, que, em vez de acessar a Rua Riachuelo, passarão a fazer o trajeto pelas ruas Pinheiro Machado, Benjamin Constant, Venâncio Aires e André Marques, seguindo, então, seus trajetos habituais.

Como fica o acesso para quem mora na região
Para quem mora em algum trecho com tráfego de veículos proibido (ruas Astrogildo de Azevedo, Roque Calage e Ângelo Uglione), será permitido o acesso, ou seja, nesses trechos, haverá apenas acesso local.

Para que isso seja possível, algumas ruas passarão a ter sentido duplo. São elas: Astrogildo de Azevedo, a partir da Acampamento até a Riachuelo; André Marques com Venâncio Aires; e Ângelo Uglione com Roque Calage (será permitido dobrar à direita em direção à Ângelo Uglione).

Nas áreas de trânsito local, será proibido o estacionamento em ambos os lados da rua.

Mudanças na mobilidade (resumo)
Etapa 1 – Próximos 30 dias: Interdição para todos os veículos. O transporte coletivo cumprirá o trajeto pelas ruas Pinheiro Machado, Benjamin Constant, Venâncio Aires e André Marques. Haverá transferência do terminal de desembarque da Rua Riachuelo para a André Marques, próximo ao INSS.

Linhas de Ônibus afetadas
Brigada Itararé, Carolina/São José, Casa de Saúde/Nonoai, Jardim Berleze/Maringá e Salgado Filho, Camobi/Carlos Gomes, C.F. Ferrari, UFSM, Parque Riachuelo, Minuano/ Passo das Tropas, Capivara, Pau a Pique, Vila Rossi/Boi Morto, Prado, Santa Marta, Sete de Dezembro/ABV, Big Rodoviária, Parque Pinheiro Machado Ulbra (vem do bairro pela Avenida Presidente Vargas) e Santos/Urlândia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *